29 de Julho, 2011 - 11:42 ( Brasília )

Aviação

Voo AF 447: BEA divulga novas recomendações de segurança


Após divulgar, nesta sexta-feira, o terceiro relatório oficial sobre as causas do acidente com o voo AF 447 em 2009, o Escritório de Investigações de Análises (BEA) publicou novas recomendações de segurança.

Veja a íntegra do documento:

Novas recomendações de segurança
A análise do desenrolar do voo a partir da operação dos registradores de voo criou dez novas recomendações de segurança.

Três recomendações sobre a operação

Treinamento em comando manual
A primeira recomenda que as autoridades reguladoras revejam o conteúdo dos programas de treinamento e de controle e imponham principalmente a implantação de exercícios específicos e regulares dedicados à pilotagem manual, à abordagem e à recuperação do estol, inclusive em alta altitude.

Comandante de bordo suplente
As duas seguintes recomendam às autoridades reguladoras definirem critérios adicionais que permitam o acesso à função de comandante de bordo suplente para garantir uma melhor divisão das tarefas em casos de tripulações reforçadas.

Uma recomendação sobre a certificação

Medição da incidência
Recomenda-se que as autoridades reguladoras avaliem os méritos de integrar a presença de uma indicação de incidência diretamente acessível pelos pilotos a bordo dos aviões.

Quatro recomendações envolvendo os registradores de voo

Registradores de imagem
Uma recomenda às autoridades regulamentadoras a imposição de instalação a bordo dos aviões que realizam transporte público de passageiros de registradores de imagens que permitam visualizar o conjunto do painel de bordo. Outra recomenda a definição de regras estritas sobre a operação destes registradores.

Registradores dos parâmetros de voo
Duas recomendações envolvendo o registro de parâmetros adicionais.

Duas recomendações envolvendo a transmissão dos dados de voo
Uma recomenda que as autoridades reguladoras imponham a liberação da transmissão de dados para ajudar a localização quando for detectada uma situação de emergência a bordo. A outra visa estudar a possibilidade de impor a ativação do sinal de emergência (ELT- Emergency Locator Transmitter) quando uma emergência é detectada a bordo.