06 de Janeiro, 2016 - 09:15 ( Brasília )

Aviação

FAB desenvolve novo sistema de comunicações por satélite

Mudança propocionou economia de R$ 5 milhões com aluguel de telecomunicações

O Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica (PAME-RJ), unidade da Força Aérea Brasileira (FAB) localizada no Rio de Janeiro, desenvolveu um novo sistema de comunicações por satélite para a manutenção da operacionalidade do Telesat, uma das redes de comunicação que suportam as infraestruturas de dados do controle do tráfego aéreo.

O Sistema Backup do Telesat (SBT) foi instalado na área do Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA IV), em Manaus. Ele provê os links de comunicações de voz e dados, até então, disponibilizados pelo Telesat para os principais sistemas de comunicações administrativas e operacionais do Comando da Aeronáutica (COMAER), por meio de 111 estações instaladas em todo o território nacional.

Todo o processo da concepção técnica até a instalação do sistema demorou menos de 18 meses, sendo concluído no final de novembro 2015. “Após a conclusão da instalação do novo sistema, o PAME-RJ possui sobressalentes suficientes para garantir a manutenção das demais estações do Telesat que atendem aos outros regionais por pelo menos mais cinco anos”, ressalta o Diretor do PAME-RJ, Coronel Engenheiro Dalmo José Braga Paim.

O novo sistema é capaz de monitorar, em tempo real, o tráfego e taxa de ocupação dos links, apresentando esses dados sob a forma de gráficos. Dessa forma, os engenheiros e técnicos serão capazes de realizar análises mais consistentes durante as pesquisas de panes, ter informações cada vez mais precisas para proposição de mudanças ou aumento de capacidade dos links.

A utilização de equipamentos e de modens satélites de última geração no novo sistema permitiu um impacto significativo no consumo de banda, com uma redução de aproximadamente 90% na banda satelital utilizada em cada estação. A economia proporcionou um aumento de, aproximadamente, dez vezesda banda de intraer (rede interna) na maioria das localidades atendidas e, com isso, já gerou uma economia anual de aproximadamente R$ 5 milhões com aluguel de canalização junto às concessionárias de telecomunicações.

Mais benefícios - Outro aspecto positivo do SBT é a capacidade de monitoramento remoto e de telecomando das suas estações distribuídas em todo o território nacional. Essa facilidade está permitindo a mudança do modelo de manutenções preventivas das estações remotas, reduzindo a necessidade de técnicos “in loco” para a realização de mais de 80% dos procedimentos previstos nos boletins do antigo sistema. O novo sistema se mostra muito mais estável que o Telesat, o que tem resultado em uma redução significativa dos procedimentos corretivos.

Além disso, os principais parâmetros dos enlaces satelitais são monitorados em tempo real, por faixas previamenteestabelecidas, de forma que qualquer variação é imediatamente sinalizada com a mudança de cor do prisma ao parâmetro correspondente, avisando ao técnico que está acontecendo algum tipo de degradação, possibilitando a realização de ações preventivas e evitando, assim, a inoperância total dos links.