15 de Dezembro, 2015 - 12:00 ( Brasília )

Aviação

Autoridades públicas conhecem aeronaves empregadas pela FAB no RS

Aeronaves A-1, RQ-450 e H-60 Black Hawk operam a partir da Base Aérea de Santa Maria

Em ação conjunta do Quinto Comando Aéreo Regional (V COMAR) e do Comando Militar do Sul (CMS), membros do legislativo, judiciário, tribunal de contas e de universidade do Rio Grande do Sul conheceram os centros de treinamento militar instalados em Santa Maria (RS).

A visita foi realizada na última semana (07/12) com o objetivo de apresentar os principais recursos tecnológicos utilizados, suas potencialidades e como são desenvolvidos. A comitiva visitou a Base Aérea de Santa Maria (BASM) e o Centro de Instrução de Blindados, do Exército Brasileiro.

“O que os senhores vêem é o atual emprego operacional da Força Aérea Brasileira (FAB), atendendo às necessidades atuais e garantindo a soberania nacional, seja em tempo de paz ou de conflito”, afirmou o Comandante do V COMAR, Major-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas.

Na Base Aérea de Santa Maria, as 12 autoridades que conheceram o simulador da aeronave A1 (AMX), utilizado na formação dos pilotos de caça e reconhecimento antes de iniciarem os voos. A comitiva também viu de perto o helicóptero H60L Black Hawk. A aeronave foi empregada, por exemplo, no transporte das vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, para Porto Alegre.

Ainda em Santa Maria, os parlamentares conheceram a aeronave remotamente pilotada, o VANT RQ-450 (veículo aéreo não tripulado). O equipamento foi utilizado durante a Copa do Mundo de 2014 integrando o sistema de defesa montado para o evento. 

Para a deputada estadual do Rio Grande do Sul, Liziane Bayer, o nível operacional da FAB surpreende. “Como deputada, é de fundamental importância conhecer pessoalmente a infraestrutura das Forças Armadas, poder aferir in loco que, diferente do que se pode pensar, a nossa Força não é defasada. Pelo contrário, somos protagonistas no emprego de alta tecnologia de defesa”, afirmou.

De acordo com o vereador de Canoas (RS), José Francisco Nunes, é importante saber como o dinheiro é aplicado. “É sempre uma grata satisfação ver o bom emprego do dinheiro do cidadão brasileiro e melhor ainda, ver o alto nível de tecnologia com o qual a nossa Força Aérea está preparada”, disse.

A reitora da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), Arisa Araujo da Luz, destacou uma percepção voltada ao meio acadêmico. “É motivador perceber a abertura das Forças Armadas junto às universidades (como é o caso das Universidades Federais de Santa Maria e do Rio Grande do Sul). A oportunidade de acesso ao acadêmico é fundamental para que novas áreas de atuação sejam descobertas, além de proporcionar o fomento ao desenvolvimento intelectual e tecnológico”, ressaltou.