07 de Dezembro, 2015 - 10:00 ( Brasília )

Aviação

Helicóptero da FAB participa de treinamento de infiltração de tropa

H-36 Caracal é empregado em treinamento com militares do Exército. Exercício foi realizado em Marabá, no Pará.

Imagine um território hostil na Amazônia brasileira com militares saltando do helicóptero em movimento em pleno rio Tocantins a uma altura de três metros. Esse foi o treinamento de 11 militares do Exército Brasileiro com o helicóptero H-36 Caracal do Esquadrão Falcão (1°/8° GAV), sediado em Belém (PA). O objetivo do exercício, realizado 27 de novembro, foi treinar a infiltração de tropa em regiões de difícil acesso tomadas por algum inimigo.

O método de abandono da aeronave aplicado pelos militares é denominado Hello Casting e também pode ser utilizado para uma abordagem mais ágil de resgate de vítima.

O Sargento Manoel Costa Soares, do Esquadrão Falcão, foi o instrutor do exercício. Segundo ele, é necessário ter um bom condicionamento físico e muito preparo técnico antes de realizar o treinamento. “É preciso estar capacitado para flutuar e nadar até a margem transportando seu armamento e equipamento”, explica.

Competição – O treinamento também foi uma preparação para os militares do Exército Brasileiro (EB), que participam de uma competição internacional de Patrulha em Manaus (AM) nos dias 1, 2 e 3 de dezembro.

FAB forma mais de cem pilotos de combate na próxima semana

A Força Aérea Brasileira (FAB) forma na próxima quinta-feira (10/12) mais de cem pilotos de combate. Ao longo de oito meses, os militares foram especializados nas aviações de caça, transporte, patrulha e asas rotativas (helicóptero) e seguem para unidades aéreas em todo o Brasil para atender às necessidades operacionais. A próxima edição do curso está prevista para iniciar em janeiro de 2016.

A formação é conduzida pela Primeira Força Aérea (I FAE), unidade sediada em Natal (RN) que tem o objetivo de concentrar a especialização operacional dos pilotos da FAB. Os cursos são realizados nos Esquadrões Joker (2º/5º GAV), Gavião (1º/11º GAV) e Rumba (1º/5º GAV). Esta fase representa o primeiro passo dos aviadores recém-saídos da Academia da Força Aérea, localizada em Pirassununga (SP). 

Ao longo de dez anos, completados em 16 de novembro, a I FAE já especializou mais de 800 oficiais aviadores. A programação para celebrar a data incluiu uma campanha solidária que arrecadou 500 kg de alimentos, além de material de higiene pessoal e roupas. O material foi doado para duas instituições de caridade do município de Parnamirim (RN).

Os militares da I FAE e do Grupo de Instrução Aérea (GITE) que se destacaram em 2015 também receberam homenagens. Os Sargentos Raphael Moreira Torres e Alice Oliveira de Souza foram agraciados com o título de Graduado-Padrão e os Soldados Janilton Henrique Silva dos Santos e Rafael Maciel da Rocha Praça-Padrão.

Foram ainda entregues medalhas militares por tempo de serviço, menções Destaque Operacional do Comando-Geral de Operações Aéreas e Destaque logístico do Comando-Geral de Apoio a militares de ambas as organizações.

Grupo de Instrução Aérea – A unidade, também subordinada à I FAE, completou 32 anos em novembro. A organização militar é responsável pela realização de cursos de especialização militar do interesse do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR).

No primeiro trimestre do ano, a unidade realiza o Curso de Tática Aérea para os aspirantes recém-chegados da Academia da Força Aérea (AFA), bem como diversos cursos, como guerra eletrônica, defesa antiaérea, enlace em dados táticos, entre outros.

Velhas Águias – A I FAE realizou também o II encontro das “Velhas Águias” da Guarnição de Aeronáutica de Natal. O evento contou com participação de oficiais da reserva da FAB e teve início com a palestra do Coronel R1 Aparecido Camazano Alamino, sobre os extintos Esquadrões Mistos de Reconhecimento e Ataque.