01 de Agosto, 2015 - 12:00 ( Brasília )

Aviação

EMBRAER - Acidente com Phenom 300 mata familiares de Bin Laden

Meia-irmã de Bin Laden morreu em acidente de avião, diz TV saudita Autoridades confirmaram que parentes do ex-líder da Al-Qaeda morreram. Avião particular fabricado pela EMBRAER caiu no sul da Inglaterra.




Uma meia-irmã do ex-líder da Al-Qaeda Osama Bin Laden morreu junto ao marido e à mãe após um avião particular cair na sexta-feira (31) no sul da Inglaterra, informou neste sábado (1º) a emissora de televisão saudita Al-Arabiya. No total, quatro pessoas morreram.

O jato Phenom 300, fabricado pela brasileira EMBRAER, levava quatro pessoas. O piloto, era um jordaniano, voava do Aeroporto de Malpensa, em Milão, para o Aeroporto de Blackbushe, no sul da Inglaterra, quando caiu em um local que realiza leilão de carros, informou o canal de televisão em sua página na Internet.
 
O site identificou os três passageiros como Sana Mohamed bin Laden, seu marido, Zuhair Hashem, e sua mãe, Raja Hashem. A família Bin Laden é um proeminente clã da Arábia Saudita com vastos interesses comerciais.

Uma porta-voz da polícia britânica afirmou à Reuters na sexta-feira que havia quatro pessoas na aeronave, mas não as identificou.

Também sem confirmar quem eram as vítimas, o embaixador saudita na Grã-Bretanha ofereceu suas condolências na conta oficial da embaixada no Twitter à família Bin Laden e disse que a missão estava trabalhando com autoridades britânicas para investigar o incidente e organizar o rápido traslado dos corpos para os funerais no reino.

O avião havia decolado da cidade italiana de Milão, informou Olga Venner, da polícia local.

"Lamentavelmente, não há sobreviventes. Ninguém ficou ferido em terra", disse Venner.

De acordo com a imprensa britânica, o avião decolou do aeroporto milanês de Malpensa.

A aeronave caiu em uma área de leilão de veículos, onde provocou o incêndio de vários carros.

A Autoridade Geral da Aviação Civil saudita confirmou, em um comunicado, que o avião estava registrado nesta monarquia do Golfo e ofereceu sua colaboração aos investigadores britânicos para determinar a causa do acidente.

O pai de Osama Bin Laden, Mohamed, era um magnata da construção civil, com muitos descendentes e grandes interesses econômicos. Ele também faleceu em um acidente de aviação, na Arábia Saudita, em 1967.

Osama Bin Laden, acusado de ser o mentor dos atentados de 2001 contra os Estados Unidos, foi morto a tiros por forças norte-americanas no Paquistão em 2011.