19 de Março, 2015 - 09:40 ( Brasília )

Aviação

Airbus Helicopters ajudará a desenvolver helicópteros leves para a Coreia do Sul


Nicholle Murmel


A Airbus Helicopters se juntará à Korea Aerospace Industries no desenvolvimento de de duas classes de helicópteros de 5 toneladas para atender às demandas da Coreia do Sul por uma nova geração de aeronaves leves para uso civil (Light Civil Helicopter ou LCH) e militar (Light Armed Helicopter ou LAH).

Como vencedora da licitação para os programas do LCH e do LAH, a empresa continuará sua relação de sucesso com a Korea Aerospace Industries, incluíndo um programa extra para desenvolver o helicóptero bimotor de transporte Surion.

“Gostaríamos de expressão nossa profunda gratidão à Korea Aerospace Industries e ao governo sul coreano por confiar a nós esse enorme programa”, disse o presidente da Airbus Helicopters, Guillaume Faury. “Estamos nos comprometendo a dar total apoio para garantir que os projetos do LCH e do LAH sejam concluídos dentro do cronograma e do orçamento, e de acordo com as especificações”.

Tanto os LCH quanto os LAH serão baseados no modelo H155 (antes conhecido como EC155) da Airbus Helicopters. Trata-se da versão mais recente da bem sucedida classe Dauphin, que inclui as variantes vilitares e de uso governamental Panther, que já demonstraram suas capacidades em várias operações pelo mundo.

Como parte desse novo compromisso, a empresa irá transferir know-how técnco – como já foi demonstrado no programa do Surion – para garantir que a Coreia seja capaz de criar seus próprios produtos fabricados nacionalmente, que serão os modelos líderes na categoria leve de 5 toneladas.

“Os programas do LCH e o LAH acrescentarão à nossa colaboração com a Korea Aerospace Industries com o modelo Surion, que já se tornou referência em termos de parceria feliz no desenvolvimento de um helicóptero. Ao continuar esse relacionamento, reduziremos significativamente o risco nesses dois novos projetos, ao mesmo tempo em que atendemos aos requisitos dessa encomenda do governo sul-coreano”, acrescentou o presidente Faury.

O modelo LCH, para usi covil, deve entrar em service em 2020, enquanto a versão militar LAH começará a operar em 2022.

Norbert Ducrot, director da Airbus Helicopters no norte da Ásia, demonstrou confiança no sucesso dos programas, que serão desenvolvidos paralelamente nas duas versões. “Não temos apenas uma parceria sólida com uma empresa coreana, temos também um histórico comprovado de projetos civis e militares do qual ambas as partes lançarão mão para essas duas novas empreitadas”, declarou.

A família de aeronaves Dauphin – que servirá de base para o LAH e o LCH coreanos – já foi entregue para mais de 60 clientes, com mais de 1 mil unidades contabilizando quase cinco milhões de horas de serviço. O H155 apresenta o mesmo sistema digital de piloto automático de quatro eixos ao qual os pilotos militares sul-coreanos estão familiarizados pelos voos no Surion. O sistema garante estabilidade em sobrevoo mesmo em condições extremas, assim como configurações precisas de altitude, velocidade e direção.