13 de Fevereiro, 2015 - 07:50 ( Brasília )

Aviação

Contrato milionário: operadores do helicóptero Tiger continuarão a treinar com simuladores da Rheinmetall


Equipes do helicóptero multi-propósito Tiger, de fabricação conjunta entre França e Alemanha (Airbus Helicopters), continuarão a treinar com tecnologia de simuladores da Rheinmetall.

O grupo sediado em Dusseldorf recebeu recentemente uma encomenda de equipamento do tipo no equivalente a milhões de Euros.

Em dezembro de 2014, a Organisation for Joint Armament Cooperation (OCCAR) estabeleceu contrato com o setor de ferramentas de treinamento da ARGE (ARGE TATM) para a modernização da tecnologia de simuladores já em operação.

A TATM (Tiger Aircrew Training Means) é uma parceria entre a empresa francesa Thales e a Rheinmetall. O programa de atulização começou em janeiro deste ano e será concluído em setembro de 2018.

O contrato prevê o upgrade dos simuladores existentes, que serão atualizados para serem compatíveis com as configurações mais recentes da aeronave. As alteraões incluem o software de gerenciamento básico e sistemas de missão, assim como peças do cockpit. Além disso, a simulação atualizada levará em conta a nova variante francesa de ataque do helicóptero – o Tiger HAD.

A encomenda também inclui simuladores para novas instalações de treinamento em Phalsbourg, na França. O Sistema de Suporte Operacional alemão também passará por um processo de modernização, facilitando a preparação para missões e o treinamento tático.

A tecnologia de simulação atual sera repaginada com um novo sistema visual, novo software de visualização e novos projetores para os sistemas dos paineis, bem como substituição de peças de informática obsoletas.

Serviços adicionais e operações de apoio para os simuladores, incluindo gerenciamento de obsolescência, completam a encomenda.

As companhias Thales e Rheinmetall começaram a desenvolver sistemas para o helicóptero de ataque franco-alemão Tiger em 2001. Encomendados através da OCCAR, os equipamentos foram entregues a partir de 2005.

No momento, os simuladores para treinamento de tripulações das aeronaves operam em três locais – dois na França – na École Franco-Allemande em  Le Luc e em Pau - e em Fritzlar na Alemanha.