10 de Fevereiro, 2015 - 10:00 ( Brasília )

Aviação

Airbus Helicopters completa seu primeiro ano de transformação e apresenta três novos helicópteros


Baseando-se em um ano sem precedentes em termos de certificação e introdução de novos produtos, a Airbus Helicopters fixou seu objetivo na excelência do atendimento ao cliente diante de um mercado global desafiador, estabelecendo como prioridades: a satisfação do cliente, a qualidade dos produtos e serviços, a segurança e a competitividade.

Ao longo de 2014, a Airbus Helicopters entregou 471 helicópteros de suas linhas de produtos civis, militares e governamentais e contabilizou 402 pedidos. Além disso, a carteira de pedidos foi ajustada com uma redução de 33 NH90s.

No primeiro ano da Airbus Helicopters com sua nova identidade e total integração ao Airbus Group, a empresa obteve um nível de certificações sem precedentes e a entrada em operação de três novas aeronaves: O EC175, da categoria de sete toneladas, e as versões EC145 T2 e EC135 T3/P3, de porte médio.

O grupo progrediu significativamente com o plano de transformação em 2014, melhorando o suporte e serviço ao cliente, tendo a segurança como prioridade máxima. 

O desenvolvimento de novos produtos gerou importantes avanços no último ano, abrindo caminho para um primeiro voo, em 2015, de sua próxima geração de helicópteros bimotores médios, o  X4 – que será apresentado na exposição HAI Heli-Expo, no dia 3 de março, em Orlando (EUA).

Segundo o presidente da companhia Guillaume Faury, essas conquistas asseguram o futuro da Airbus Helicopters, uma vez que a empresa se adapta à realidade global do setor em que atua.

“2015 deve ser um período de estabilização de nossa indústria”, explicou Faury. “Neste contexto, a Airbus Helicopters continuará sua transformação, comprometida a trabalhar com seus clientes, oferecendo previsibilidade e o helicóptero certo para suas exigentes missões”, afirmou.

Dentre os destaques de 2014, estão os importantes resultados comerciais da família de helicópteros EC145 nas versões civil e militar, cujos pedidos praticamente dobraram no decorrer do ano; ao mesmo tempo em que as entregas anuais de helicópteros pesados ultrapassaram, pela primeira vez, a marca de 100 unidades – o grupo entregou 53 NH90s e 48 Super Pumas.

A entrada em serviço do EC175 em dezembro, para operar em plataformas de óleo e gás no Mar do Norte, representou outra importante conquista no período.  As entregas e novos contratos deste helicóptero continuarão em 2015, apoiados pela expansão industrial e por um plano dedicado a assegurar a maturidade do modelo.

O Helionix®, primeira suíte de aviônicos digitais totalmente projetada e integrada por um fabricante de helicópteros, foi introduzido pela Airbus Helicopters no ano passado nos helicópteros EC175 e EC145 T2, contribuindo assim para o know-how exclusivo da empresa.

O produto oferece maior segurança, por meio da redução da carga de trabalho do piloto, melhor consciência situacional, proteção do envelope de voo e redundância do sistema.

Em termos comerciais, em 2014 a Airbus Helicopters estabilizou sua posição nos mercados civil e governamental com 44 % das aeronaves entregues. Os resultados do último ano incluem as importantes entregas do EC225, destacando o retorno às operações desta aeronave e a confiança dos clientes – com alguns operadores de óleo e gás contabilizando 90% de disponibilidade da frota.

Tiger HAD Block 2 do Exército francês - Foto: Airbus Helicopter

Em termos de helicópteros militares, a Airbus Helicopters manteve sua participação no mercado com 11% das unidades entregues. Os marcos do segmento foram a conclusão do contrato de desenvolvimento do principal programa de helicóptero de ataque, o Tiger, permitindo a entrega da primeira versão do helicóptero de ataque e destruição, o Block 2 do Tiger HAD para a França, e de duas variantes do HAD/E para a Espanha. 

A empresa recebeu pedidos do Exército dos Estados Unidos para 51 unidades do UH-72A Lakota, a versão militar do EC145, helicóptero utilitário leve.

Avanços significativos também foram feitos no suporte e serviços da Airbus Helicopters, comprovados por diferentes indicadores que destacam o aumento de disponibilidade da frota para clientes e operadores – comprovados por 98% dos pedidos planejados de sobressalentes entregues no prazo. 

A empresa também estabeleceu uma proposta de garantia estendida que inclui três anos ou 2 mil horas de voo, com o primeiro ano de mão de obra incluído.  Em vigor a partir de 1º de janeiro, essa iniciativa se alinha à grande transformação da Airbus Helicopters e demonstra o trabalho voltado para a satisfação do cliente.

A principal prioridade da Airbus Helicopters em 2014 foi o foco contínuo na segurança, envolvendo esforços excepcionais em propor e promover mudanças para melhorar a aeronavegabilidade, a sobrevivência e a padronização da capacidade de segurança da frota do operador.

Como parte dessa prioridade, a empresa publicou o primeiro Manual de Operações da Tripulação de Voo (FCOM) da indústria de helicópteros, o qual especifica as melhores práticas e recomendações para os EC225s utilizados nas missões de óleo e gás. Outra iniciativa em 2014 foi a incorporação do gravador de vozes e dados Vision 1000 em toda a linha de produtos da Airbus Helicopters – que será incluído em todas as novas aeronaves entregues em 2015.

“2015 marcará a segunda etapa na transformação de nossa empresa, durante a qual ampliaremos nossas ações executando-as de forma mais rápida e melhor, nos tornando mais competitivos, fazendo da missão de nossos clientes nossas próprias missões em todos os sentidos, considerando as mudanças como um ativo permanente, tendo objetivos bem definidos”, concluiu Faury.  “Devemos fornecer o que nossos clientes precisam e esperam – logo que eles reportem suas necessidades”.

Panorama de 2014

  • Os produtos civis representaram 52% do volume de negócios consolidado; os militares ocuparam 48% das vendas.
  • As vendas de helicópteros representaram 58% do volume de negócios consolidado; os outros 42% foram gerados por serviços.
  • 54% dos negócios vieram da Europa, do Oriente Médio e África; 27% das Américas e 19% da Ásia e do Pacífico.

 402 pedidos em 2014 (por gama de produto)

  • Família EC120/Esquilo/Fennec/EC130: 176
  • EC135: 43
  • EC145: 115
  • Família Dauphin/Panther/ EC155: 28
  • EC175: 8
  • Família Super Puma/Cougar/EC225/EC725: 32

Helibras subsidiária da Airbus Helicopters

A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros e completou, em 2014, 36 anos de atividades. Desde a sua fundação, em 1978, a empresa já entregou mais de 750 helicópteros no Brasil, sendo 70% do modelo Esquilo, fabricado em Itajubá (MG).

Em 2012, começou a produzir o modelo EC725 (militar), tendo construído uma nova linha de montagem e ampliado todas as suas instalações para esse novo programa. A Helibras é subsidiária da Airbus Helicopters, que pertence ao Airbus Group, pioneiro mundial nos segmentos aeroespacial e de serviços relacionadas à defesa.

Com participação de 47% na frota brasileira de helicópteros a turbina, a Helibras é líder de mercado e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Sua fábrica, que emprega mais de 820 profissionais e tem capacidade de produção de 36 aeronaves por ano, produz e customiza diversos modelos que atendem aos segmentos civil, governamental e militar. Em 2013, a empresa registrou faturamento total de R$ 389 milhões.