27 de Janeiro, 2015 - 11:00 ( Brasília )

Aviação

FAB - AFA tem novo comandante


O Corpo de Cadetes da Academia da Força Aérea (AFA), responsável por liderar cerca de 800 futuros oficiais, realizou na quinta-feira (22/01) a cerimônia de passagem de comando do Coronel Aviador Cláudio Evangelista Cardoso para o Tenente-Coronel Aviador Ricardo Feijó Pinheiro. Em discurso de despedida, o Coronel Cláudio, que assumirá a Gerência Executiva do KC-390 na Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), relembrou que os cadetes são os futuros líderes da FAB e a razão da existência da Academia da Força Aérea.

“Cadetes, sejam líderes, na essência e na ação. Não sejam apenas teóricos. Entendam, percebam e pratiquem os ensinamentos aqui repassados. Cultuem sempre o código de honra, valores tão importantes que aqui são apresentados. Sejam Brasil, firmes de FAB e de propósito; cultuem a rigidez física e mental”, ressaltou o ex-comandante.

Para o Brigadeiro do Ar Carlos Eduardo da Costa Almeida, comandante da AFA, o momento é de leve pesar, pois os cadetes se afastarão de um comandante que incentiva a todos em qualquer circunstância.

Corpo de Cadetes - Ao entrar na Academia da Força Aérea, o futuro Oficial Aviador, Intendente ou Infante passa quatro anos incorporado ao Corpo de Cadetes, onde recebe ensinamentos morais, cívico-sociais, doutrinários, formação militar e aulas de educação física.

Escola Preparatória de Cadetes do Ar recebe 180 novos alunos em Barbacena (MG)

A Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) realizou no domingo (25/01) a recepção de 180 novos alunos em Barbacena (MG). 

Após um processo seletivo  com 7775 candidatos de diversas regiões do país, os estagiários fizeram a entrada simbólica pelo Portão das Armas.A cerimônia de recepção dos novos alunos, presidida pelo comandante da EPCAR, Brigadeiro do Ar Celestino Todesco, contou com sobrevoos de uma aeronave T-27 Tucano, da Academia da Força Aérea (AFA), e duas aeronaves A-1 do Esquadrão Adelphi (1º/16º GAV).

As unidades aéreas homenagearam os estagiários com uma mensagem pelo sistema de fonia do avião.

O próximo passo para os alunos é o estágio de adaptação, fase que conta com diversas atividades doutrinárias e administrativas e tem como objetivo mostrar as peculiaridades da vida militar aos estagiários.

O Tenente-Coronel Aviador Roberto Carlos Fernandes, comandante do Corpo de Alunos, ressaltou a importância do período de estágio. “As três primeiras semanas são intensas e prepara os estagiários para encontrar os colegas do segundo e terceiro ano”, finaliza.