22 de Janeiro, 2015 - 17:30 ( Brasília )

Aviação

Airbus Helicopter - Simulação realista reforça segurança e capacidade de helicópteros em missões SAR

O simulador AS365 Dauphin, em Singapura, é o único dispositivo de treinamento com o sistema operacional CMA9000

O simulador de voo AS365 Dauphin localizado no centro de treinamento da Airbus Helicopters foi atualizado para proporcionar exercícios altamente realistas de operações de busca e resgate (SAR) em cenários tanto de dia quanto à noite, dando aos pilotos habilidades para realizar de forma segura essas operações complexas e que salvam vidas.

O upgrade foi feito pela Airbus Helicopters Southeast Asia nas instalações do Seletar Aerospace Park. Foi incorporado ao simulador AS365 o Sistema de gerenciamento de voo CMA9000, além da incorporação do modo SAR ao eixo APM 2010 4 do piloto automático. É a interface entre esses dois componentes que deve incrementar o treinamento para operações de busca e resgate.

As alterações no simulador permitirão às tripulações experimentar o ambiente operacional das missões de SAR ao mesmo tempo em que exploram as capacidades do sistema CMA9000 e do piloto automático APM 2010 – incluíndo voo com guia de navegação de precisão, realização de padrões de busca e sobrevoo, bem como cenários para uso de botes infláveis, sinalizadores de luz e de fumaça.

O sistema CMA9000 é uma ferramenta de gerenciamento de voo altamente capaz, usada em helicópteros de diversos serviços de emergência, forças policiais e agências governamentais. O APM 2010 é um sistema de piloto automático dual-duplex que diminui a carga de trabalho sobre o piloto, aumentando a eficiência e atenção durante a missão, em que estabilidade e precisão no sobrevoo são essenciais.

 “O compromisso firme da Airbus Helicopters com a segurança em voo é reforçado pelas atualizações em nosso simulador, que passa a ser o único do seu tipo no mundo com programação para treinamento em SAR”, diz Derek Sharples, diretor da Airbus Helicopters Southeast Asia. “Operadores que pilotam a família Dauphin de aeronaves, espcialmente o AS365 N3/N3+, a versão civil do Panther AS565 Mbe, se beneficiarão muito do treinamento para missões de busca e resgate – um dos trabalhos mais desafiadores que existem”, completa.

Sharples acrescenta que pilotos qualificados na operação de outras aeronaves equipadas com os mesmos componentes também podem usar o simulador como ferramenta de treinamento para conhecer e se familiarizar com as atualizações.

Os treinamentos para missões SAR com o simulador atualizado começarão em março deste ano, nas instalações da Airbus Helicopters Southeast Asia. O cliente inaugural será a Polícia Real Tailandesa. A corporação opera atualmente um AS365 N3+ Dauphin configurado para missões de resgate com o sistema CMA9000, além de guincho elétrico, istalação para rapel, guindaste para carga e luzes para busca e rastreamento. Uma segunda unidade com configurações semelhantes será entregue à Polícia Real ainda este ano.

O simulador do AS365 Dauphin entrou em service em abril de 2012, e até então foi usado no treinamento de mais de 300 pilotos vindos de mais de 20 países.

Sobre a Airbus Helicopters Southeast Asia

A Airbus Helicopters Southeast Asia (AHSA) é a sede regional do maior fabricante de helicópteros do mundo. Fundada em 1977 em Singapura, a AHSA é o pólo tecnológico e de treinamento, e gerencia as vendas e serviços de suporte aos clientes em 15 territórios. Em 2013, a AHSA atingiu a marca de 112 milhões de euros em vendas. Com mais de 220 profissionais, a empresa desenvolveu uma rede comercial sólida de equipes de vendas em Singapura, além de gerentes de vendas e representantes técnicos regionais que fornecem serviços e manutenção para mais de 300 helicópteros na região.

Sobre a Airbus Helicopters

Antes Eurocopter, a atual Airbus Helicopters é uma divisão do grupo Airbus, pioneiro dos setores aerosepacial e de defesa. A empresa conta hoje com mais de 23 mil funcionários em todo o mundo, e 46% do mercado civil e de serviços públicos. Ao todo são cerda de 12 mil helicópteros operados por mais de 3 mil clientes em aproximadamente 150 países.

A presence internacional da Airbus Helicopters é marcada por seus centros de suporte ao cliente em 21 países, e uma rede global de fornecimento de serviçoes, instalações de treinamento, distribuidores e agentes certificados. A gama de helicópteros civis e militares oferecidos é a maior atualmente, e essas aeronaves correspondem a um terço da frota civil e de uso governamental/público no mundo.

A maior prioridade da empresa é garantir a segurança na operação dos helicópteros para as milhares de pessoas que voam mais de 3 milhões de horas por ano.