13 de Janeiro, 2015 - 18:00 ( Brasília )

Aviação

B777 - Supersônico?

Um B777-200 da British Ariways alcança a marca de 1.200km/h


O voo internacional da British Airways, BA114, que decolou do aeroporto internacional de New York, JFK, para Heathrow, Londres tiveram no voo um evento inesperado. Ventos de cauda, que chegaram a  322 km/h  fizeram que o Boeing B777-200 voasse  a velocidade próxima da supersônica.

O  Boeing B777-200 da British Airways completou a rota  New York-Londres em cinco horas e 16 minutos, na última quarta-feira (07 JAN 15),. A velocidade da B777-200, aproveitando um poderoso vento de cauda, voou a 1200 km/h (745 mph), durante grande parte do tempo da viagem, com o jet stream alcançando até 322 km/h (200 mph). A Barreira do Som é quebrada nos 1224 km/h (761 mph).

Em operação normal o B777-200 realiza o voo New York-Londres, em 6-8 Horas e a uma velocidade máxima de 880 a 900 km/h

É como surfar

O ex-piloto da BA  Alastair Rosenschein, comentou com a imprensa inglesa, que é como surfar, quando o piloto consegue pegar um poderoso Jet Stream.

"É normal pegar jet stream de até 170 km/h mas esta tripulação pegou um com o dobro de velocidade. Isto é um recorde”, completou Alastair.

Muitas outras aeronaves também conseguiram “surfar” no jet stream, mas coube  ao BA114 obter a melhor marca.

Os tempos do Concorde

O Concorde, agora aposentado do serviço, operado pela British Airways e a Air France, desde 2003, superou o voo BA114, na rota New York-Londres. Um Concorde operado pela British Airways, em 1996, conseguiu a marca de 2 Horas e 53 minutos voando a 2.166 km/h.

Se nos céus a habilidade das tripulações conseguiram tirar proveito do Jet Stream, na Escócia mais de 40.000 residências foram afetadas com o corte de energia .