31 de Outubro, 2014 - 08:00 ( Brasília )

Aviação

GE CELMA - Nova Unidade e 360 Motores Revisados em 2014

GE Celma inaugura unidade com recorde de 360 motores revisados em 2014



A GE Celma, umas das principais unidades de reparo e manutenção de motores aeronáuticos da GE no mundo, celebrou no dia 30 de Outubro o início de uma nova fase de seu plano de expansão. A companhia fortalece ainda mais a sua importância na cadeia produtiva global de motores aeronáuticos GE ao anunciar a abertura de uma nova unidade.

Também localizada em Petrópolis (RJ), a área será destinada à revisão local do GEnx – o mais avançado motor em operação já produzido pela companhia – e à ampliação da linha de montagem do motor CF34, que hoje equipa jatos EMB170/190 da Embraer.

Esse movimento faz parte de um plano de investimentos de US$ 100 milhões nas duas unidades da GE Celma nos próximos cinco anos. O montante contempla, entre outros objetivos, a ampliação da capacidade anual de revisão para 500 motores de grande porte até 2020. Para atingir a meta, o valor será empregado na continuidade da expansão das instalações, na construção de mais um banco de testes e na formação de mão de obra.

O anúncio torna o ano ainda mais especial para a empresa, que registra um novo recorde de produção em 2014, quando serão revisados 360 motores de grande porte. O presidente da GE Celma, Julio Talon, destaca que a performance, acima da esperada, credencia a unidade a executar plenamente seu projeto de expansão. “A GE Celma atingiu um patamar que a transformou em referência mundial em revisão de motores. Esse reconhecimento, fruto da dedicação diária dos nossos funcionários, nos ajuda a continuar fazendo história e posicionar a empresa para o crescimento”, destaca.

GEnx

A GE Celma terá capacidade inicial para revisar anualmente até 70 motores GEnx, que equipa aeronaves Boeing dos modelos B787 Dreamliner e B747-8. Com sua entrada na linha de revisão, a GE Celma tornou-se a segunda oficina da GE Aviation habilitada a efetuar manutenções do modelo. Anteriormente, o serviço era executado somente na GE Caledônia, em Prestwick, na Escócia.

“A chegada do GEnx nos permitiu modernizar o parque industrial com equipamentos de alta tecnologia”, afirma Cláudia Carvalho, gerente de Planejamento Operacional da GE Celma. “Com o aumento do número de motores revisados, esperamos gerar em torno de 300 empregos diretos até 2018. O produto tem longevidade e poderá ser revisado na oficina pelos próximos 40 anos.  Até 2020, a expectativa é de que a GE Celma seja a maior oficina de reparo do GEnx no mundo, chegando a 200 unidades revisadas por ano.”

O início das revisões deste novo motor é avaliado como uma excelente oportunidade para a geração de negócios na América Latina. “Ter uma oficina certificada no País beneficiará não só os clientes internacionais que fazem manutenção no Brasil, como também as empresas aéreas nacionais, que procuram apoio técnico dentro do próprio mercado de atuação. A revisão local traz, inclusive, grandes chances de alavancar as vendas do GEnx no mercado de aviação comercial no continente”, reforça Talon.

Para conhecer as particularidades no funcionamento do GEnx, uma equipe de engenheiros e mecânicos da GE Celma recebeu treinamento nas oficinas de revisão da GE Aviation em Durham e Cincinnati, ambas nos Estados Unidos, e na GE Caledônia, na Escócia. Ao todo, 25 profissionais de várias áreas estão dedicados à nova linha de reparo em Petrópolis.

CF34

Também com grande participação na expansão da GE Celma está a linha de montagem dos motores CF34-10E, que desde 2011 são fornecidos para a Embraer e atualmente equipam aeronaves dos modelos 190 e 195. A expectativa é ultrapassar a marca de 250 motores montados e testados na unidade já em 2015. Somente este ano, mais de 60 motores serão entregues a Embraer.

Em 2015 será iniciada a montagem do CF34-10A, novo modelo da mesma família de motores que equipará as aeronaves Comac ARJ21. A GE Celma acabou de concluir os testes de aeronavegabilidade da turbina e espera entregar as primeiras unidades para uma companhia aérea chinesa até o segundo semestre do ano que vem. Com sua linha de montagem, a GE Celma se tornou a primeira e única oficina da GE fora dos Estados Unidos a montar motores novos.