10 de Setembro, 2014 - 16:00 ( Brasília )

Aviação

FAB realiza missão noturna inédita

Ação aconteceu durante exercício de Busca e Salvamento em Combate

Pela primeira vez, a Força Aérea Brasileira realizou um exercício de Busca e Salvamento em Combate (CSAR) com o uso de óculos de visão noturna (NVG). O treinamento aconteceu na noite desta segunda-feira (8/9) no interior do Mato Grosso do Sul e envolveu dois aviões A-29 Super Tucano, um helicóptero H-36 Caracal e uma Aeronave Remotamente Pilotada RQ-900 Hermes.

"É um longo caminho. As aeronaves precisam estar preparadas e os tripulantes precisam estar treinados", explica o Coronel Mauro Pires Cabral da Silveira, Chefe do Estado-Maior da Segunda Força Aérea (II FAE). A missão noturna fez parte do Exercício Operacional CSAR 2014, que simula o resgate de militares em território hostil.

Durante o treinamento, o H-36 pousou e resgatou um militar que simulava estar fugindo de um inimigo. Enquanto isso, os caças A-29 Super Tucano atacavam alvos simulados. As aeronaves voaram com todas as luzes apagadas. O papel do Hermes 900 é, do alto, monitorar toda as ações com o uso da sua câmera termal.

Todos os participantes da missão, entre tripulantes das aeronaves e tropas de solo, utilizaram NVG durante a missão. "Exige mais treinamento, mas realizar essa missão à noite é muito mais difícil para o inimigo", conta o Coronel
Silveira. Nos dias anteriores, as mesmas tripulações realizaram missões semelhantes no período diurno.

O Exercício Operacional CSAR 2014 acontece até hoje (10/9). Mais de 200 militares estão diretamente envolvidos e também participam os helicópteros AH-2 Sabre, H-34 Super Puma, H-60 Black Hawk e H-1H.