29 de Junho, 2011 - 09:49 ( Brasília )

Aviação

Transporte aéreo no país cresce 28,7 porcento em maio

Empresas de pequeno e médio portes têm 20% da demanda

Alberto Komatsu

O transporte aéreo de passageiros no país registrou crescimento de 28,67% em maio, em relação ao mesmo período do ano passado. É o vigésimo quarto mês consecutivo de expansão. De janeiro a maio, o fluxo de passageiros transportados em voos domésticos acumula aumento de 21,74%.Os dados, divulgados ontem pela Agência Nacional de Aviação Civil (anac) também mostram que as empresas de médio e pequeno porte, com políticas agressivas de preços, continuam avançando sobre o duopólio TAM e Gol.

A participação conjunta das duas maiores empresas aéreas brasileiras no mercado doméstico era de 81,59% em maio de 2010. No mês passado, essa fatia recuou 1,77 ponto percentual, para 79,82%.

As empresas de médio e pequeno porte responderam por 20,18% do fluxo de passageiros transportados em maio, sendo que no mesmo mês de 2010 a participação delas era de 18,42%.

A oferta de assentos teve aumento de 15,34% no mês passado, ante igual período de 2010. A taxa média de ocupação dos aviões ficou em 67,09%, um crescimento de 6,96 pontos percentuais. Segundo especialistas, o melhor aproveitamento dos aviões mostra que as empresas estão sendo mais eficientes no gerenciamento de sua frota, tarifas e receitas.

O fluxo de passageiros transportados para o exterior, entre as companhias aéreas brasileiras, registrou crescimento de 21,55% em maio, diante de igual mês de 2010. Foi o décimo segundo mês consecutivo de expansão.

A oferta de assentos nos voos internacionais teve aumento de 13,64% e a taxa média de ocupação dos aviões ficou em 79,25%, ante 74,09% de maio do ano passado. Nos cinco primeiros meses do ano, a demanda por voos ao exterior acumula expansão de 21,35%.

A TAM permaneceu na liderança do mercado doméstico, com 44,43% da demanda, um recuo de 3,38 pontos percentuais. A fatia da Gol foi de 35,39%, redução de 5,15 pontos percentuais ante maio de 2010.

A Azul foi a terceira maior empresa no país, com 8,07%, crescimento de 2,41 pontos percentuais. A Webjet veio logo atrás, com 5,16%, recuo de 1,03 ponto percentual. A Trip teve 3,05% da demanda, sendo que tinha 2,39% em maio de 2010. A Avianca teve 2,94% do mercado, ante 3,12%.

O mercado internacional, entre as companhias aéreas brasileiras, também foi liderado pela TAM, com participação de 89,62% em maio. No mesmo mês do ano passado, a fatia da TAM era de 90,38%, uma redução de 0,76 ponto percentual. A Gol, por sua vez, teve 9,2% da demanda por voos ao exterior, sendo que em maio de 2010 sua participação havia ficado em 9,58%.