21 de Agosto, 2014 - 10:30 ( Brasília )

Aviação

FAB - Começa o Exercício SABRE

Mais de 60 aeronaves e 500 militares de 15 esquadrões da FAB estão reunidos na Base Aérea de Anápolis

Mais de 60 aeronaves e 500 militares de 15 esquadrões da Força Aérea Brasileira (FAB) reunidos em um só lugar. Esse é o perfil do Exercício Operacional BVR2/Sabre, que começou na Base Aérea de Anápolis (BAAN) na última segunda (18/08) e segue até o dia 18 de setembro. O objetivo é treinar a aviação de caça em um ambiente de guerra simulada.

Participam aeronaves F-5M, A-1, A-29, E-99, KC-130, além da Aeronave Remotamente Pilotada Hermes 450 e do Primeiro Grupo de Defesa Antiaérea (1° GAAAD). Durante todo o exercício serão realizadas missões de Controle e Alarme em Voo, Defesa Aérea, Escolta, Reabastecimento em Voo, Varredura e Vigilância e Controle do Espaço Aéreo, entre outras. 

Os combates simulados terão como foco o chamado BVR, sigla inglesa para Beyond Visual Range, ou, "além do alcance visual". Essa é a face mais moderna da guerra aérea atual, onde os pilotos se enfrentam a grandes distâncias, por vezes superiores a 50 ou 60 quilômetros, com o uso de radares, mísseis de alta tecnologia e atuação em rede.

A abertura aconteceu no auditório da BAAN e contou com a participação do Comandante da Terceira Força Aérea (III FAE), Brigadeiro do Ar Mário Luís da Silva Jordão, do Comandante da BAAN, Coronel Aviador Rodrigo Fernandes Santos, dos Comandantes das Unidades Aéreas e apoiadoras e demais militares envolvidos no exercício.

Dividido em duas fases, o exercício acontece em meio a um cenário de conflito fictício e dinâmico, uma evolução do realizado nas operações Centro Oeste (2008), Sabre I (2010), Sabre II (2012) e Cruzex Flight (2013).