30 de Maio, 2014 - 18:00 ( Brasília )

Aviação

Base Aérea de Fortaleza participa de projeto de arborização

Projeto Via Verde pretende reaproximar o público do estado de seu patrimônio natural por meio inserção de espécies típicas em ruas e avenidas do estado

A Base Aérea de Fortaleza (BAFZ), atuando em sua área de responsabilidade social e ambiental, em coordenação com o Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (CONPAM) e o Departamento de Estradas e Rodovias (DER), está participando do "Projeto Via Verde" de arborização da Avenida Carlos Jereissati, que dá acesso ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, na capital cearense.

O Projeto Via Verde pretende reaproximar o público do estado de seu patrimônio natural com a inserção de espécies típicas dos ecossistemas locais, arborizando ruas e avenidas de todo o estado. Na avenida do aeroporto, a ação será dividida em duas etapas, com plantio de 330 mudas nativas na primeira e 500 na segunda. Ao todo, 4,5 quilômetros da via serão beneficiados.

Dentre as espécies escolhidas para o Projeto Via Verde, estão cedro, joão-mole, ipê, munguba, jacarandá, timbaúba, pau marfim, angico preto, angico vermelho, cumaru, araticum, jucá e sabiá. No desenvolvimento das ações, o CONPAM disponibiliza as mudas, os militares da BAFZ realizam o plantio e a aguação através de tanque flexível cedido pelo 10º Depósito de Suprimento do Exército. O DER fará a manutenção dos espaços.

Bruno Menezes, presidente do CONPAM, ressaltou os benefícios da iniciativa. “Quando se planta árvores, a cidade ganha mais vida e espaços de contato com a natureza. Dentro de algum tempo, a área dessa avenida será mais agradável e convidativa aos fortalezenses”, explicou.

O biólogo e coordenador do horto do Parque Botânico do Ceará, Carlos Henrique Costa, destacou o trabalho de preservação do projeto. “Com o Via Verde, nós permitimos que a flora cearense se perpetue e torne-se mais conhecida pela sociedade”, disse.