02 de Junho, 2014 - 10:20 ( Brasília )

Aviação

Unidade da FAB realiza palestras sobre Defesa Nacional e Operações de Paz da ONU

Sobre temas relevantes para a carreira dos militares, palestras foram ministradas para Oficiais-alunos da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica

A Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR) realizou, na última segunda-feira (26/05), palestras sobre a Organização da Defesa Nacional e Operações de Manutenção de Paz da ONU. Parte do Programa de Unidades Didáticas da ECEMAR, a iniciativa teve como público os Oficiais-Alunos do Curso de Comando e Estado-Maior (CCEM) e do Curso de Política e Estratégia Aeroespaciais (CPEA), respectivamente. Defesa Nacional - Proferida pelo Chefe de Assessoria e Doutrina e Legislação do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Brigada da Reserva Manoel Lopes de Lima Neto, a palestra teve como propósito levar a audiência a analisar a estrutura dos órgãos constituintes da Defesa Nacional.

O expositor detalhou os Fundamentos e a Estrutura Militar de Defesa em vigor no âmbito do Ministério da Defesa (MD), explorando a Legislação, referente ao Conselho de Defesa Nacional, ao Conselho Militar de Defesa, e as atribuições do MD e das Forças Armadas, na Organização e composição da Defesa Nacional.

Forças de Paz – A palestrasobre Operações de Manutenção de Paz da ONU, tema atual e de importância para a carreira dos militares, foi ministrado pelo Subchefe de Logística Operacional do Ministério da Defesa (MD), General de Divisão Álvaro Gonçalves Wanderley. Recebido pelo Brigadeiro do Ar Maximo Ballatore Holland, Comandante da ECEMAR, o Conferencista detalhou, para os Oficiais-Alunos as atribuições da Subchefia, vinculadas à atuação das Forças Armadas em Operações de Paz, dentre elas a elaboração de propostas de diretrizes logísticas; a coordenação da Função Logística de Transporte para emprego de tropas brasileiras nessas Missões, além do acompanhamento do Processamento de Reembolsos oriundos da ONU, em decorrência das Missões de Paz.

O General ainda destacou as vantagens para o País, decorrentes da participação das Forças Armadas nas Operações de Manutenção de Paz, com destaque para o foco político, em razão do atendimento a compromissos internacionais, proporcionando ao Brasil visibilidade internacional, participação no cenário mundial e cooperação com a política externa brasileira.

Segundoo Subchefe, as Forças Armadas são beneficiadas com vantagens estratégicas por suas participações nas Operações de Paz, que proporcionam elevação do poder dissuasório, visibilidade no âmbito interno, integração com as Forças Armadas de outros países, bem como pelo conhecimento de suas culturas.