26 de Março, 2014 - 09:17 ( Brasília )

Aviação

Conheça o trabalho da Sargento Júlia para garantir a segurança de voo


Nesta terça-feira (25/03) é comemorado o Dia do Especialista. Para homenagear esses profissionais que representam 30% do efetivo da FAB, durante toda a semana o portal da Força Aérea publica uma série de reportagens sobre o trabalho dos diversos militares especialistas da Aeronáutica.
 
A primeira reportagem apresenta uma especialista em Serviços de Informações Aeronáuticas (SAI). Conheça a Terceiro Sargento Júlia Carmo Toledo, que tem como principal desafio a atuação no Departamento do Controle do Espaço Aéreo (DTCEA-TT), localizado em Tabatinga (AM), na fronteira do Brasil com a Colômbia e o Peru, distante mais de 1100 km da capital Manaus.
 
“Ao ser classificada para servir no DTCEA-TT, encarei como um desafio a mudança repentina de região e de estilo de vida. Estou aqui há aproximadamente três meses e já me acostumei com a pacata cidade de Tabatinga. Fui muito bem recebida por todo o efetivo da unidade. Os meus companheiros de trabalho não só me auxiliaram no que diz respeito à área profissional, mas também em tudo que precisei para começar a nova fase da minha carreira”, ressalta ela que é natural de Juiz de Fora (MG).
 
A atividade especializada desempenhada pelo SAI refere-se à prestação da informação anterior e posterior ao voo; recebimento, análise e encaminhamento de mensagens do serviço de tráfego aéreo; controle e fiscalização da aviação civil, além de expedição e controle do Aviso ao Aeronavegante (NOTAM, da sigla em inglês) tanto em nível nacional quanto internacional.
 
Já a função do operador de Sala SAI é constituída por atividades que envolvem a coleta, a consolidação, o processamento e principalmente a disponibilização e divulgação de todas as informações aeronáuticas relevantes para as operações aéreas e incluem desde as cartas de navegação aérea, as regras de circulação aérea civil pelo país até os alertas referentes à ocorrência que gere espaços aéreos condicionados.
 
“Há uma característica muito singular do profissional especialista em SAI. É ele o primeiro contato do aeronavegante para o preenchimento de um plano de voo, conforme as publicações aeronáuticas, mantendo assim um voo seguro. E, também, é por intermédio dele que o usuário recebe a informação aeronáutica necessária ao desempenho de sua atividade específica”, explica a Sargento Júlia.
 
Os Especialistas em SAI ajudam a FAB a cumprir sua missão de manter a soberania no espaço aéreo nacional com vistas a defesa da pátria.