15 de Junho, 2011 - 10:17 ( Brasília )

Aviação

Avião movido a energia solar conclui segundo voo internacional

Após decolar da capital belga ao amanhecer e depois de 16 horas de voo, o avião aterrissou sem problemas às 21h15 locais

Portal Exame - Paris - O avião suíço experimental Solar Impulse, movido a energia solar, concluiu nesta terça-feira seu segundo voo internacional, aterrissando no aeroporto de Le Bourget, perto de Paris, três dias depois de fracassar em sua primeira tentativa, partindo de Bruxelas.

Após decolar da capital belga ao amanhecer e depois de 16 horas de voo, o avião aterrissou sem problemas às 21H15 locais (16H15 de Brasília) desta terça-feira, em Le Bourget, onde é convidado de honra do Salão Internacional de Aeronáutica, que começa em 20 de junho.

No entanto, este segundo voo internacional do Solar Impulse não será homologado porque o avião, que se supõe que funcione exclusivamente com energia solar, teve que recarregar 40% de suas baterias com corrente convencional.
No sábado, o Solar Impulse fracassou na tentativa de cobrir o trajeto Bruxelas-Le Bourget. Assim que entrou na França, teve que dar meia volta por causa de dificuldades técnicas e do mau tempo.

Este avião protótipo entrou para a história da aeronáutica em julho de 2010, ao completar um primeiro voo de 24 horas ininterrupto, movido exclusivamente por painéis solares e baterias.

Em 13 de maio, conseguiu completar seu primeiro voo internacional, ao aterrissar em Bruxelas após 13 horas de voo, partindo da base militar suíça de Payerne.