12 de Dezembro, 2013 - 20:12 ( Brasília )

Aviação

Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica forma 210 novos oficiais


O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), localizado em Belo Horizonte (MG), realizou nesta quarta-feira (11/12), a Solenidade Militar de Entrega de Espadas aos 210 novos oficiais da Força Aérea Brasileira do Curso de Formação de Oficiais Especialistas (CFOE 2012) – Turma Áquila – e do Estágio de Adaptação ao Oficialato (EAOF 2013) – Turma Átria.  Ambos os cursos são voltados para os graduados do efetivo da Aeronáutica.
 
Durante a cerimônia, presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Ailton dos Santos Pohlman, os novos Segundos-Tenentes receberam a espada, símbolo do oficialato nas Forças Armadas, e prestaram o compromisso perante a Bandeira Nacional.
 
Os Tenentes Ricardson Alexandre Pereira Feitoza e Marcelo Alves dos Santos foram os primeiros colocados do CFOE e do EAOF respectivamente e receberam os Prêmios Força Aérea Brasileira e Honra ao Mérito do Ministério da Defesa. “A formatura representa uma vitória depois de dois anos nessa luta diária, contra nossas imperfeições, lutando para superar a distância, a saudade, a ausência”, disse o Tenente Especialista em Aviões Adeilson, da Turma Áquila.
 
O que é o CFOE e o EAOF
 
Para cursar o CFOE, que tem duração de dois anos, o militar da ativa deve ser aprovado no exame de seleção, e possuir, entre outros pré-requisitos, ensino médio completo e, no mínimo, oito anos de serviço no Quadro de Suboficiais e Sargentos (QSS). Os 34 formandos do CFOE 2012 pertencem ao quadro de especialistas do grupamento básico da FAB.
 
Já para o EAOF, podem participar do estágio, os graduados que possuem Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos e que tiverem sido aprovados no exame de seleção. Neste ano, 176 militares concluíram o estágio, que dura cerca de 14 semanas.
 
Durante o período de adaptação no CIAAR, os formandos receberam instruções sobre Regulamentos e Conduta Militares, Armamento, Segurança no Trabalho, Gestão de Pessoas, Chefia e Liderança, Direito Humanitário Internacional, entre outras instruções especificas de cada área, tornando-os aptos para o exercício da chefia na área técnica.
 
Os alunos do CFOE, também realizaram o Curso Superior de Tecnologia, reconhecido pelo MEC, na especialidade cursada. Durante a carreira, os oficiais oriundos do CFOE podem chegar ao posto de Coronel e do EAOF ao posto de Capitão.
 
O CIAAR
 
O CIAAR, localizado em Belo Horizonte, é hoje uma das mais importantes escolas de formação da Aeronáutica, promovendo também a adaptação militar de médicos, dentistas, engenheiros, advogados, entre outros. Somente neste ano, o CIAAR formou cerca de 500 novos oficiais para a Aeronáutica.