11 de Novembro, 2013 - 10:29 ( Brasília )

Aviação

Comandante da UNIFA recebe Medalha Major Apollo Rezk


O Major-Brigadeiro do Ar Luis Antonio Pinto Machado, Comandante da Universidade da Força Aérea (UNIFA), recebeu nesta sexta-feira (8/11) a Medalha de Mérito do Conselho Nacional de Oficiais R/2 do Brasil (CNOR), denominada Medalha Major Apollo Rezk. A solenidade foi realizada no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva no Rio de Janeiro e, além do Oficial General da Força Aérea Brasileira (FAB), o General de Divisão do Exército Brasileiro José Alberto da Costa Abreu também recebeu a homenagem.
 
Segundo o Presidente do CNOR e 2º Tenente R/2 Sérgio Pinto Monteiro, “o Major-Brigadeiro Pinto Machado está recebendo essa honraria, pois é um dos dois oficiais generais das Forças Armadas ainda na ativa oriundo de um órgão de formação de oficiais da reserva do Exército, tendo em vista que em 1974 ele fez o Curso de Oficial de Infantaria da Reserva do Exército Brasileiro no então 10º Batalhão de Infantaria em Juiz de Fora/MG, antes de ingressar na (FAB)”, afirmou.
 
Para o Comandante da UNIFA, é uma grande honra receber a Medalha. “Eu gostaria de dedicar essa homenagem à minha família, que está sempre me acompanhando, bem como à minha turma de NPOR de 1974 e, especialmente à Força Aérea Brasileira, a quem acho que se destinou de fato essa medalha”, expos o Major-Brigadeiro.
 
A homenagem tem a sua outorga precedida de uma rigorosa análise da Comissão de Outorgas, visando à manutenção do status da Medalha. A entrega aos dois oficiais generais foi realizada pelo General Gleuber Vieira, antigo Ministro do Exército e primeiro Comandante da Força Terrestre, único detentor da Medalha Major Apollo até então.
 
Saiba mais A Medalha de Mérito do Conselho Nacional de Oficiais R/2 do Brasil, denominada Medalha Major Apollo Rezk, foi criada em 20 de novembro de 1999 pela Assembleia Geral do CNOR durante a realização, no Rio de Janeiro, do II Encontro Nacional de Oficiais da Reserva do Exército (ENOREx) e instituída pela Portaria CNOR nº 012, de 27 de outubro de 2011.
 
O Major R/2 da Arma de Infantaria Apollo Miguel Rezk foi declarado aspirante-a-oficial pelo CPOR/RJ na turma de 1939. Convocado para a Força Expedicionária Brasileira (FEB), o então Tenente Apollo tornou-se um dos combatentes mais condecorados no teatro de operações da Itália, tendo recebido quatro medalhas brasileiras e duas americanas, sendo detentor da única Distinguished-Service Cross outorgada a um integrante da FEB. Nasceu em 9 de fevereiro de 1918 e faleceu em 21 de janeiro de 1999, aos 81 anos.
 
A Medalha Major Apollo é o reconhecimento do CNOR, entidade nacional que congrega as inúmeras associações regionais de oficiais R/2 do país, aos feitos deste herói, cuja história deve ser preservada na memória da Pátria.