06 de Outubro, 2013 - 14:19 ( Brasília )

Aviação

Aeronaves à mostra


Jornal de Brasília

Mais de 35 mil brasilienses estiveram na Base Aérea de Brasília para participar do Sábado Aéreo, evento parte das comemorações do Mês da Asa, devido ao  Dia da Força Aérea Brasileira, no dia 26 deste mês. Os visitantes viram atrações como paraquedismo, exposição de aeronaves, simulador de voo, feira de equipamentos militares, aeromodelismo e acrobacias aéreas. 
 
O evento chamado como Portões Abertos deu a oportunidade aos visitantes de conhecer 14 aeronaves militares, entre elas o P-3 Orion, de patrulha marítima, conhecido como “guardião do pré-sal”, os caças A-29 e F-2000 e as aeronaves de transporte. Outro sucesso de exposição foi o novo avião Super Tucano, pertencente à Esquadrilha da Fumaça.  Mais de 30 aeronaves estavam espalhadas pelo pátio da Base Aérea.
 
Área recreativa
 
A criançada teve bastante espaço no evento, como a área recreativa Aeroporto das Crianças. A professora Simone Vinhal, 43 anos, levou a pequena Juliana, de 4 anos. No espaço havia réplicas de um dirigível nas cores do Brasil, além de modelos de aviões de caça, como o F5, onde as crianças podiam entrar, brincar e dá uma volta pela base área. 
 
Diferença
 
“É a segunda vez que a gente participa do evento, mas desta vez está sendo muito melhor por conta das crianças poderem se sentir  verdadeiros pilotos”, observa Simone. 
 
Segmento militar aberto ao público
 
Assim que a visitação ao C-130 Hércules foi aberta ao público, uma longa fila se formou. Muita gente curiosa para conhecer o modelo de aeronave usado para o transporte militar, principalmente, em longas distâncias. Poucas semanas atrás, ele foi usado para missões de conflito na Antartica e no Haiti. 
 
O universitário Lucas Emerick, 19 anos,  estuda engenharia aeroespacial na Universidade de Brasília (UnB) e fez questão de conhecer a aeronave por dentro. Ele sonha em ser piloto. “Quero conhecer de perto tudo que envolve essa profissão pelo qual eu sou apaixonado”, diz. 
 
Evento para família
 
Quem compareceu ao evento também pôde visitar a Mostra Base Industrial de Defesa (BID-Brasil), focada nos setores de defesa e segurança brasileira. “O objetivo da Feira de Defesa Militar é mostrar como está o segmento militar brasileiro”, ressaltou o coronel Avelar Konrad, comandante da Base Aérea de Brasília. 
 
Ele destacou que o evento é anual e acontece também em vários outros estados brasileiros. “Nosso pensamento é justamente trazer o brasiliense para dentro da Base Aérea, em um evento criado para a família”, explicou.
 
A vez da criançada
 
O major brigadeiro da Força Aérea Antônio Carlos Bermudez explicou que a ideia do espaço era justamente incluir as crianças na programação para, quem sabe, despertar nelas o desejo pela a aviação. “As réplicas foram feitas de material reciclado. O dirigível é o que mais tem encantado os pequenos porque cabe cerca de 20 crianças ao mesmo tempo”, comenta.
 
Vestidos à caráter, Stela, de 1 ano e sete meses, e Pedro Henrique, de 9 meses, demonstravam o orgulho dos pais em estarem representando a Força Aérea Brasileira. O pai de Stela, o sargento Stef Velasco, 37 anos, mandou fazer o uniforme da filha. “Ela está gostando tanto que nem os óculos ela tira”, conta, orgulhoso, acompanhado da esposa, a design de interiores Camila Velasco, 25 anos. Já os pais de Pedro Henrique, Bruno Melo, 36 anos, também sargento da Força Aérea, e a empresária Cibele Melo, 32 anos, comemoravam a primeira vez do filho no evento.