02 de Outubro, 2013 - 17:18 ( Brasília )

Aviação

SEGURANÇA DE VOO – CENIPA discute Risco Aviário em Audiência Pública no Senado


O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos – CENIPA participou nesta segunda-feira (30/09) no Senado Federal de uma audiência pública para discutir o investimento e a logística de aeroportos regionais. O chefe da Seção de Gerenciamento de Risco Aviário do CENIPA, Tenente-Coronel Aviador Rubens Balta de Oliveira, alertou durante o debate sobre o risco de acidentes aéreos com aves. Na história da aviação, pelo menos 441 pessoas no mundo já morreram nesse tipo de acidente.
 
As aeronaves menores são menos resistentes às colisões com animais. E ao redor dos aeródromos regionais, onde essas aeronaves geralmente pousam e decolam, há ainda a falta  de saneamento básico. Sem ter um aterro sanitário adequado nas cidades, muitas vezes a população joga lixo nas proximidades da pista, o que atrai animais e pode ocasionar acidentes.
 
Para diminuir tal risco, foi estabelecida pela lei 12.725/2012 a Área de Segurança Aeroportuária (ASA), que delimita em 20 Km o espaco ao redor do aeródromo a ser protegido.
 
“O que falta é que a lei se torne utilizável para que haja controle de fauna no entorno dos aeródromos. Para prevenção de acidentes, deve ser feito monitoramento da fauna, análise de risco e várias outra medidas para que o operador aeroportuário saiba como agir em seu aeródromo”, destacou o coronel.
 
Comissão de Serviços e Infraestrutura
 
A audiência fez parte da Comissão de Serviços e Infraestrutura, que nas discussões sobre aviação civil tem o objetivo de discutir os problemas de logística do país, especialmente para  os grandes eventos que o Brasil vai participar: Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016.
 
A reunião foi presidida pelo Senador Fernando Collor e participaram, também da mesa, Victor Celestino, diretor de Relações Institucionais da Azul; Wagner Moraes, superintendente da Agencia nacional de Aviação Civil (ANAC); e Mário Rodrigues, Assessor Especial do Ministro Moreira Franco da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.
 
Os especialistas destacaram a importância do investimento em infraestrutura para o crescimento da aviação regional. De acordo com o representante da Secretaria de Aviação Civil da presidência da República, o Programa de Investimentos em Logística vai promover a adequação de 270 aeroportos com a previsão de gastos de R$ 7,3 bilhões.