31 de Agosto, 2013 - 11:11 ( Brasília )

Aviação

França demonstra interesse por mísseis russos para o Rafale

Desejo foi manifestado durante a MAKS 2013

A França está demonstrando um grande interesse pelos mísseis produzidos pela empresa russa KTRV, conforme informou na quarta-feira, 28, o diretor da companhia, Boris Obnosov, que participa do Salão Aeroespacial Internacional MAKS 2013. De acordo com ele, os franceses estão cogitando a possibilidade de adaptar os produtos da Rússia ao caça Rafale, projetado na década de 1980 para substituir os Mirage 2000 da força aérea daquele país. No entanto, o executivo destaca que essa é uma questão que precisa ser discutida com calma, levando em consideração todos os detalhes envolvidos.

O Rafale é um caça de quarta geração desenvolvido pela corporação francesa Dassault Aviation. Em janeiro de 2012, essa empresa ganhou uma licitação para fornecer 126 aeronaves ao Ministério da Defesa da Índia, num contrato estimado em US$ 12 bilhões.

F-X2


O Diretor da Dassault Internacional do Brasil é confiante no sucesso de vendas de seu caça “omnirole” - expressão que costuma usar para descrever a capacidade de desempenhar todos os diversos tipos de missão aérea em uma mesma surtida - citando que além da Índia, a França retomou negociações com os Emirados Árabes Unidos, em uma negociação com valores expressivos (60 Rafales - nota Defesanet). “Além destas negociações em curso, mais 5 países demonstraram interesse no Rafale, mediante competições ou consultas diretas”, diz Merialdo.

“Assim considerados que alcançaremos nosso objetivo com o Rafale, que é o mesmo para todos os nossos aviões, vender ao exterior, no mínimo, o mesmo número de aeronaves que foram vendidos para as Forças Armadas Francesas”, conclui confiante.


Leia também: Rafale avança na conquista de sucesso comercial por Vianney Jr.