07 de Agosto, 2013 - 19:21 ( Brasília )

Aviação

ANTÁRTICA – Alunos do Curso de Política e Estratégia Aeroespaciais debatem Programa Antártico


C-130 da FAB na Antártica  Sgt Rezende / Agência Força AéreaNo dia 23 de agosto, a Força Aérea Brasileira (FAB) completa 30 anos de operação na Antártica, missão desempenhada em apoio aos pesquisadores que atuam no continente gelado. Como parte das comemorações, o Programa Antártico Brasileiro foi tema de um debate realizado na Escola de Comando e Estado-Maior (ECEMAR), nesta segunda-feira (05/08).
 
“O Programa Antártico Brasileiro deve ser considerado um instrumento de projeção de nossa imagem no cenário mundial e de demonstração, junto à Comunidade Internacional, do firme interesse do País naquele continente, garantindo nossa participação no processo de discussão sobre o futuro da Região”, disse o convidado do evento, o Contra-Almirante Marcos Silva Rodrigues, que é Secretário da Comissão Interministerial para Recursos do Mar.
 
O debate faz parte da programação do Curso de Política e Estratégia Aeroespaciais (CPEA), voltado para Coronéis que podem ser indicados ao posto de Brigadeiro. Entre os temas abordados estiveram o Tratado da Antártica, as razões da presença do Brasil, o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), a Política Nacional para Assuntos Antárticos (POLANTAR) e a Reconstrução da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), além da participação da FAB no PROANTAR.
 
No dia 23 de agosto de 1983, ocorreu o primeiro pouso de um avião C-130 da FAB na Antártica.
 
Assista ao Programa FAB em Ação que mostra como são realizadas essas missões na Antártica.