01 de Março, 2011 - 12:05 ( Brasília )

Aviação

Trip compra mais quatro aeronaves da Embraer


A Trip Linhas Aéreas anuncia hoje a aquisição de quatro aeronaves da Embraer, modelo 190, num investimento equivalente a US$ 172 milhões, a preços de lista. De acordo com o presidente da companhia aérea regional, José Mário Caprioli, são quatro opções de compra que foram convertidas em pedidos firmes.
Na Embraer, a avaliação é a de que o contrato com a Trip faz parte de uma tendência das empresas de comprar mais aviões para suprir a crescente demanda. No ano passado, o transporte aéreo de passageiros no país cresceu 23,5% diante de 2009. Para este ano, a estimativa das companhias aéreas é de uma expansão de pelo menos 15%.

"Estamos anunciando a compra de quatro aeronaves diretamente com a Embraer. Elas fazem parte do plano de chegarmos no ano que vem com uma Frota de 70 aeronaves", diz Caprioli. Atualmente, a Trip tem 43 aeronaves e planeja encerrar 2011 com 57 unidades.

O diretor da Embraer para a América Latina e Caribe de aviação comercial, Eduardo Munhós de Campos, diz que o anúncio da Trip integra uma tendência não só no Brasil, mas em toda a América Latina.

"O anúncio da Trip não é um fato isolado. A compra dela faz parte de uma tendência do mercado para acompanhar o forte crescimento da demanda", afirma o executivo da Embraer. Os quatro jatos da Trip serão financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A Embraer entregou no ano passado 100 aviões para a aviação comercial. Segundo Campos, foi um dos piores desempenhos da fabricante brasileira por causa da crise. Em 2007, as entregas da Embraer somaram 130 unidades. Um ano depois, mais 162 jatos. Em 2009, foram 122 entregas. "Estamos muito otimistas em 2011", afirma Campos. A Embraer anuncia em meados de fim de março suas previsões para este ano.

Dos quatro aviões que estão sendo adquiridos pela Trip, um será entregue até o fim deste ano e os três restantes no ano que vem. Cada um terá capacidade para 110 passageiros. Somente este ano a Trip vai receber nove jatos 190, a maior parte de outra encomenda. Assim, a companhia vai dobrar sua Frota de 190.

A Trip planeja atender 100 cidades brasileiras em até três anos, com a ajuda dos novos aviões, diz Caprioli. Atualmente, a empresa regional voa para 82 municípios. Os aviões que estão sendo anunciados e os que serão entregues ainda em 2011 também serão usados para aumentar a frequência de voos em localidades já atendidas pela companhia.

O cenário de aumento no preço do petróleo por causa do clima de incerteza no Oriente Médio, principalmente em virtude das manifestações contra o ditador da Líbia, Muamar Gadafi, será discutido na próxima reunião do conselho de administração da Trip. Caprioli diz que tradicionalmente a Trip não faz hedge de combustível porque sua Frota tem um grande número de turboélices, mais econômicos do que jatos.

No entanto, como a Frota de jatos da Trip está aumentando, a necessidade de hedge, ou não, será discutida em até 20 dias, revela o presidente da companhia aérea regional.

No dia 17 de janeiro, a Azul Linhas Aéreas anunciou uma revisão do seu planejamento de Frota pelo segundo ano consecutivo. Na ocasião, seu fundador e presidente do conselho de administração, David Neeleman, comunicou a aquisição de três turboélices que não estavam previstos inicialmente. São modelos da fabricante franco-italiana ATR, modelo 72-200, para 70 passageiros. Em julho de 2010, a Azul anunciou pedido de 40 turboélices ATR 72-600.