06 de Maio, 2013 - 10:35 ( Brasília )

Aviação

Entregue a 250 unidade do UH-72A Lakota para o US Army

Grupo mantém prazos e orçamento; Frota total do Lakota ultrapassa 150 mil horas de voo e mantém 90% de disponibilidade operacional




O Exército e a Guarda Nacional dos EUA já estão utilizando o helicóptero Lakota UH-72A número 250, dos 300 adquiridos em 2006. Todos os Lakota - incluindo as cinco unidades produzidas para a Escola Naval de testes de piloto nos EUA - foi entregue no prazo e dentro do orçamento previsto, por uma equipe de trabalho americana que tem mais de 50% de veteranos do exército dos EUA.

As operações da frota Lakota já ultrapassaram 150 mil horas de voo, mantendo mais de 90% de disponibilidade. O Lakota é o helicóptero mais moderno do Exército norte-americano, com o menor custo de aquisição e operação, comparado a qualquer outro helicóptero militar dos EUA em produção.

O Lakota é fabricado nas instalações da American Eurocopter, empresa do grupo EADS North America, em Columbus, no Mississipi.  "No ambiente orçamentário de hoje, o Pentágono precisa de programas que entreguem o que foi prometido. Estamos orgulhosos de ter trabalhado com o Exército, colocando em prática nossa capacidade de entregar o produto de acordo com o cronograma e dentro do custo previsto", disse Sean O'Keefe, CEO da EADS North America.

Para o Tenente Coronel David Cheney, gerente do produto UH-72A, "o programa do helicóptero Lakota continua dentro do prazo e do orçamento e está atendendo plenamente as expectativas do cliente. O sucesso desta aeronave e do programa é uma prova da determinação da equipe da EADS North America em prestar o melhor apoio para o Exército e para missões de segurança interna".

O Lakota número 250 do Exército norte-americano será operado na cidade de Oklahoma pela Guarda Nacional. Este é o mais recente de 54 Lakotas entregues com um Pacote de Equipamentos de Missão de Segurança e Suporte (S&S Battalion MEP), o que amplia as capacidades dessa aeronave para missões que variam desde resposta a desastres a operações de segurança de fronteira.

 A configuração S&S inclui um moving map, sensor eletro-ótico/infravermelho, capacidade de gravação de vídeo digital, downlink digital e analógico e um farol de busca. Unidades da Guarda Nacional do Exército em todo o país operam atualmente Lakotas equipados com a S&S Battalion MEP em intensivas atividades ao longo da fronteira sudoeste dos EUA, para prover segurança na fronteira e interceptação de drogas.

Uma combinação de contrato completo de apoio logístico ao cliente (CLS) para o Exército e de CLS híbrido para a Guarda Nacional, permite que as unidades operem seus helicópteros Lakota em conformidade com o seu plano de horas de voo. O escritório de Programa do Exército, as unidades militares, e a equipe  industrial da EADS North America, American Eurocopter e o Suporte Internacional ao Helicóptero, providenciaram uma logística sob medida para atender o Exército e a Guarda Nacional desde 2006.

A frota Lakota tem, em média, uma taxa de disponibilidade operacional superior a 90% nos locais com apoio logístico completo, abrangendo 21 diferentes unidades militares. O contrato CLS híbrido permite apoiar 33 unidades operacionais com uma taxa de cobertura de 97% das necessidades.

O UH-72A está na Categoria I de Aquisição de Defesa (ACAT), maior programa de aquisição de Defesa e um dos lançamentos mais rápidos de uma nova aeronave na história do Exército dos EUA. As entregas das aeronaves para as unidades da Guarda Nacional permitem que as antigas aeronaves de asas rotativas OH-58 e UH-1 possam ser retiradas ou aposentadas da frota, enquanto os UH-72A são incorporados como componentes ativos do Exército dos EUA liberando o UH-60 Black Hawks para missões de combate.