09 de Novembro, 2017 - 15:50 ( Brasília )

Armas

3RM - Destruição de armamento pelo Exército Brasileiro


Porto Alegre, RS - O Comando da 3ª Região Militar, por intermédio do 3° Batalhão de Suprimento, realizou no dia 9 de novembro a destruição de 13.939 mil armas de fogo, 7.200 (sete mil e duzentas) armas brancas; e 83.864 (oitenta e três mil e oitocentos e sessenta e quatro) cartuchos de munições de diversos calibres, encaminhadas pelos diversos Órgãos de Segurança Pública do Estado. A destruição do armamento é uma das contribuições do Exército Brasileiro para a segurança da sociedade, nos termos expressos no art. 25, da Lei nº 10.826/03.

O 3° B Sup é a única Organização Militar no Estado do Rio Grande do Sul, com a responsabilidade de receber produtos controlados para custódia ou destruição e desde 2003, com a criação do Estatuto do Desarmamento, já foram destruídas, aproximadamente, 220 mil armas de diferentes tamanhos e calibres.

Essa Organização Militar segue um rigoroso protocolo para recebimento e armazenamento do armamento, incluindo a sua inutilização por meio de uma prensa mecânica e a fundição do metal em Siderurgica do Grupo Gerdau.

Desde dezembro de 2016 armas longas (carabina, fuzil e metralhadoras) podem ser distribuídas aos órgãos de segurança pública, até o momento já foram entregues 11 armas e existem 20 processos em andamento.