06 de Outubro, 2016 - 08:00 ( Brasília )

Armas

Simulação - Workshop Debate o Uso Eficiente para Treinamento na área de Segurança




No dia 26 de outubro estará sendo realizado juntamente com a LASEC (II Latin American Security Expo) no Centro de convenções Frei Canecaem São Paulo, o TIS Day. Trata-se de um workshop com objetivo de promover, aos participantes, um entendimento sobre as tecnologias de treinamento interativo que possa agregar valor ao treinamento continuado dos profissionais de segurança. Seja para diminuição de custos com treinamento escalável ou para aprimorar a abordagem em situações críticas, como um disparo com arma de fogo.

A simulação baseada em realidade virtual pode ser uma forma eficaz de treinamento contínuo que pode trazer no curto prazo uma economia financeira e um engajamento dos profissionais treinados. Contudo, sempre paira a dúvida sobre a eficácia do treinamento com simulador.

Qual o comportamento do profissional de segurança diante de uma situação simulada em 3D. Como ele reagiria? Acharia que era uma brincadeira ou se envolveria com a situação? Para muitos poderia ser encarado como um videogame e não levar a sério o treinamento. Mas será que isto é verdade?

Neste evento irão ocorrer três palestras que discutem o tema de forma abrangente. A primeira versa sobre as tecnologias interativas para treinamento e medição de desempenho na área de segurança. A segunda discute a implantação de metodologia para treinamento interativo para formação continuada de agentes de segurança e a terceira destaca o desafio de treinar os agentes de segurança no dia-a-dia da operação.

Em seguida uma mesa redonda será realizada com os três palestrantes e mais um facilitar com o objetivo de discutir com todos os presentes no workshop a aplicação de treinamento continuado na realidade brasileira. Seus prós e contras. Por fim, serão sorteadas oito vagas entre os participantes do workshop para participarem da oficina prática de duas horas será realizada para com o Instrutor Edmar Neves (Polícia Federal) sobre a aplicação da metodologia de treinamento interativo.

O objetivo é iniciar uma discussão extensiva sobre o tema para poder levar o mesmo para esferas superiores responsáveis pelas áreas de segurança pública e fiscalização da segurança privada. Como ocorreu no treinamento de condutores de veículos que atualmente faz uso de cinco horas de simuladores para obtenção da carteira de motorista (categoria B).

Neste mercado a exigência do simulador foi discutida e adiada tantas vezes que muitas autoescolas ficaram com medo de levar prejuízo. Agora, algumas estão se unindo para comprar o equipamento. Outras entraram na Justiça para tentar adiar a mudança novamente. Mas é inevitável, a exigência da lei existe e o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) por meio da resolução nº 543 já foi taxativo neste sentido e teve o apoio de todos os DETRANS do País.  

Por fim, é importante destacar que um treinamento continuado na área de segurança é fundamental para permitir que o profissional exerça adequadamente suas atividades, pois gera uma segurança mental e a real compreensão de sua capacidade de reação diante de uma situação de risco. Com um simulador, não se treina somente a destreza motora, mas sim, a capacidade mental de reação instintiva.

Faça sua inscrição gratuita pelo site: 
https://www.sympla.com.br/tis-day__85550