29 de Julho, 2013 - 11:18 ( Brasília )

Armas

Usuário desenvolve rifle feito em impressora 3D


Depois da polêmica sobre a arma Liberator, pistola feita com plástico e produzida com uma impressora 3D e desenvolvida pelo grupo Defense Distributed, um vídeo no YouTube, postado por um usuário denominado Ukulele Threed, mostra o funcionamento de um rifle calibre. 22, feito em uma impressora 3D.

A arma, apelidada de Grizzly, foi construída em uma impressora da Stratasys, modelo Dimension 1200es, conforme o autor do vídeo explica. O Grizzly utiliza um prego (de metal) para disparar o projétil, assim como a Liberator.

O grupo Defense Distributed, responsável pela Liberator parece ter aprovado o rifle canadense, já que eles postaram o vídeo em seu Tumblr.

EUA: senador tenta proibir produção de armas em impressoras 3D

O senador da Califórnia Leland Yee planeja elaborar um projeto de lei tentando proibir o uso de armas fabricadas usando impressoras 3D no Estado, depois que a primeira arma do tipo deu o primeiro tiro. "Nós devemos ser pró-ativos na busca de soluções para esta nova ameaça ao invés de esperar pelas tragédias inevitáveis que i?sso tornará possível", afirmou o político democrata em um comunicado.

Um pistola feita com plástico e produzida com uma impressora 3D foi disparada com sucesso pela primeira vez nos Estados Unidos. Batizada de "Liberator", a arma foi produzida no Estado do Texas com suas partes plásticas projetadas por computador e enviadas à impressora. Apenas a agulha, uma pequena peça que é parte do mecanismo de disparo, é de metal.

Em nível nacional, o senador Chuck Schumer e o deputado Steve Israel, ambos democratas de Nova York, também estão elaborando medidas semelhantes para proibir a impressão de armas.

O grupo responsável pela produção da pistola, o Defense Distributed, liderado pelo estudante de direito da Universidade do Texas, Cody Wilson, 25 anos, precisou de um ano para desenvolver o projeto. O grupo disponibilizou na internet o projeto da arma para quem quiser fabricar sua própria pistola.

No caso da arma, a impressora usada foi comprada no site do eBay por US$ 8 mil. Para fabricar a arma, Cody Wilson recebeu uma permissão de manufatura e venda do Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos do governo dos Estados Unidos, (ATF, na sigla em inglês).

Donna Sellers, da ATF, disse à BBC que a arma impressa é legal, desde que não se encaixe na Lei Nacional de Armas de fogo (se fosse uma arma automática, por exemplo, seria ilegal). "(Nos Estados Unidos) uma pessoa pode fabricar uma arma de fogo para uso pessoal. No entanto, se ela iniciar um negócio de fabricação para vender uma arma, vai precisar de uma licença", afirmou.