COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Geopolítica

18 de Janeiro, 2013 - 10:44 ( Brasília )

LULA - Discute Política Externa com MD e Intelectuais

Instituto Lula reúne intelectuais para debater desenvolvimento e integração da América Latina



Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá se encontrar nesta segunda-feira (21) com 30 intelectuais sul-americanos na busca por caminhos progressistas para o desenvolvimento e integração da América Latina, num evento promovido pelo Instituto Lula. “O objetivo deste encontro é identificar uma agenda prática de reflexão, mas também de ação. Definir um plano de trabalho para o desenvolvimento e a integração da América Latina”, explica Luiz Dulci, diretor do Instituto Lula e coordenador da Iniciativa América Latina, que junto com a Iniciativa África e o Memorial da Democracia formam os três eixos de trabalho do Instituto Lula.

O evento, restrito para convidados, vai reunir grandes intelectuais do Brasil e de oito países sul-americanos. Entre os estrangeiros confirmados estão:
 

Aldo Ferrer, que já ocupou os cargos de ministro da Economia e da Fazenda da Argentina e é o atual embaixador do país na França;
o senador uruguaio Alberto Couriel;
Lara Castro, ex-ministro das Relações Exteriores do Paraguai no governo Fernando Lugo;
Carlos Ominami, ex-ministro da Economia do Chile;
Luis Maira, ex-ministro de Planejamento e Cooperação do Chile;
Fander Falconi, ex-ministro das Relações Exteriores do Equador;
Salomon Lerner, ex-primeiro ministro do Peru e
Moira Paz Estenssoro, ex-senadora boliviana.

 

Os brasileiros confirmados são:

o ministro da Defesa Celso Amorim;
Luciano Coutinho, presidente do BNDES;
Marco Aurélio
Garcia, assessor especial da Presidência da República;
Samuel Pinheiro Guimarães;
Antônio Prado;
Emir Sader;
Márcio Pochmann presidente da Fundação Perseu Abramo;
José Gomes Temporão;
Wanderley Guilherme dos Santos;
Theotonio dos Santos;
Ricardo Carneiro e
Ingrid Sarti, entre outros.

Este é o segundo encontro de uma série de três reuniões programadas pelo Instituto Lula dentro da Iniciativa América Latina. Em agosto do ano passado, o Instituto reuniu organizações sociais para debater a integração. O terceiro evento será um encontro com empresários da região.

“A América Latina deu um salto na última década, com os governos progressistas. A democracia virou regra, a região toda cresceu, e houve avanços sociais tanto na redução da pobreza quanto na redução da desigualdade”, avalia Luiz Dulci. “Essa sintonia permitiu também um avanço na integração. Além do Mercosul, foram criadas a UNASUL e a CELAC (Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos). Nossa ideia é que esse processo pode e deve continuar avançando, com um planejamento estratégico”.

Representantes do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), da CEPAL (Comissão Econômica para a América Latina e Caribe), da UNASUL e da CAF (Corporação Andina de Fomento) estarão presentes e anteciparam que esses órgãos têm interesse em que essa discussão seja aprofundada tendo em vista objetivos práticos de ação.

Após a série de debates, o Instituto Lula vai apresentar os resultados para os governos nacionais, instituições multilaterais e outros atores econômicos, políticos e sociais da América Latina.

Jornalistas interessados em entrevistas com os participantes estrangeiros do encontro podem entrar em contato com a assessoria de imprensa do Instituto Lula.

Hotel Sofitel, dia 21 de janeiro, das 9h às 18h

Abertura: Luiz Inácio Lula da Silva

Mesa 1: As transformações da América Latina na última década no contexto global
Marco Aurélio Garcia e Aldo Ferrer

Mesa 2: A integração regional: estágio atual e desafios
Celso Amorim e Luis Maira

Mesa 3: Prioridades para uma agenda comum de trabalho
Luiz Dulci e Gerardo Caetano

Participantes Brasileiros

Celso Amorim - Ministro da Defesa
Luciano Coutinho – Presidente do BNDES
Marco Aurélio Garcia – Assessor especial da Presidência da República
Ricardo Carneiro – Diretor-executivo do Banco Interamericano do Desenvolvimento
Antônio Prado – Secretário-executivo Adjunto da CEPAL (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe)
Márcio Pochmann – Presidente da Fundação Perseu Abramo
José Gomes Temporão – Coordenador-executivo do Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde da UNASUL
Marilena Chauí – Professora da Universidade de São Paulo
Wanderley Guilherme dos Santos – professor Universidade Cândido Mendes
Theotonio dos Santos – Professor da UFRJ
Samuel Pinheiro Guimarães
Emir Sader – professor da UERJ
Ingrid Sarti – Professora da UFRJ e presidente do Fórum das Universidades do Mercosul
Marcos Costa Lima – Professor da UFPE

Participantes Internacionais

Argentina
Aldo Ferrer - Embaixador na França
Horácio Gonzales - Diretor Geral da Biblioteca Nacional
Bernardo Kosaccoff – economista
Pablo Gentili – Clacso (Conselho Latino Americano de Ciências Sociais)

Uruguai
Alberto Curiel – Senador
Álvaro Padron - Fundação Friedrich Ebert
Christian Mirza - Diretor Geral do Instituto Social do Mercosul

Paraguai
Jorge Lara Castro - Ex-chanceler
Gustavo Codas - Ex-presidente da Itaipu Binacional

Venezuela
Ana Maria Sanjuan – Universidad Central de Venezuela

Chile
Carlos Ominami – Ex-ministro da Economia
Luis Maira – Ex-ministro do Planejamento

Equador
Enrique Ayla Mora - Reitor da Universidade Simon Bolívar

Peru
Salomón Lerner - Ex- primeiro-ministro

Bolívia
Ivonne Farah – Universidad Mayor de San Andrés
Moira Paz Estenssoro – Corporação Andina de Fomento