COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Geopolítica

27 de Setembro, 2015 - 19:00 ( Brasília )

Venezuela - Manobra “Campaña Patriota 2015”

A Manobra “Campaña Patriota 2015” realizada nesta semana em vários estados da Venezuela para comemorar os 10 anos da criação do Comando Estratégico Operacional de la FANB (CEOFANB)

 

Na Cidade de Jacuque, estado Falcón (região litorânea próxima à fronteira com a Colômbia), cerca de 3.500 militares da  Fuerza Armada Nacional Bolivariana (FANB) finalizaram a manobra militar “Campaña Patriota 2015”,  com a prática de exercício de defesa territorial com emprego de munição real.

As manobras Campaña Patriota 2015 foram realizadas para comemorar  o décimo aniversario do Comando Estratégico Operacional de la FANB (CEOFANB), criado em 2005, por Hugo Chávez, com o objetivo de  planejar, programar, dirigir, executar e controlar estrategicamente as operações de cada força  ou combinadas da FANB, tanto em tempo de paz como em conflito.

Neste exercício no estado Falcón participaram unidades de todo os componentes da FANB, que integram a Região de Defesa Integral (REDI) Ocidente, que agrupa  os estados Lara, Falcón e Zulia (estados fronteiros coma Colômbia).

Para a manobra em Falcón foram mobilizadas 1.607 equipamentos militares, 56 aeronaves, 224 mísseis e 43 helicópteros, além de carros de combate T-72 e blindados: BTR-80 e BMP3. Também forma empregadas forças das Milícias Bolivarianas

Uma demonstração  dos obuseiros autopropulsados Mista-S,  e dos lança-foguetes GRAD (BM-21), e com emprego de munições especiais.




Área do Exercício Cidade de Jacuque, Península de Jaraguaná,
estado Falcón. Observar manobras brasileiras Curare IV,
em Roraima semanas antes. Arte DefesaNet


As Manobras  Campaña Patriota 2015 se estenderam por todo o território da Venezuela e participaram 7.173 militares em exercícios praticados nas REDI  e as Zonas Operativa de Defensa Integral (ZODI) , das regiões: Oriente, Guyana e Occidente. As regiões Oriente e Guayana fazem fronteira com a Guaiana e o Brasil. Foram empregados 3.323 equipamentos militares. Nas áreas de Guyana e Occidente foram mobilizados sistemas de defesa aérea, que foi reportados durante a semana.

No estado de Falcón as ações executadas constaram de três fases: influência, desgaste e resistência (termos da FANB), e  simulou uma batalha contra Força Imperialistas, que   pretendiam invadir o país através da Península de Paraguaná, as quais foram derrotadas pelas Forças Nacionais Bolivarianas.

Durante seu discurso dirigido aos militares que participaram dos exercícios, o ministro da Defesa e Comandante da CEOFANB,General  Vladimir Padrino López, qualificou a manobra como um exercício fundamental para preservar a paz no território nacional.
 
"Isso tem um só objetivo e não é precisamente fazer a guerra, não é a filosofia Chavista, nem a é  filosofia da Defesa Nacional fazer a guerra. Pelo contrário, é procurar a paz, é preservar a paz", declarou  López.

O “General en Jefe” ressaltou que as manobras mostram a fortaleza da FANB na tarefa e  vontade de defender a soberania nacional.

"Em qualquer terreno, estamos aqui para preservar a paz e para defender o povo da Venezuela. Jamais verão a FANB cruzando nossas fronteiras em atitude hostil contra alguém, jamais", enfatizou o General López.

"Estamos na obrigação de nós prepararmos para a defesa integral da Nação, e dentro da  defesa integral, a defesa militar. Estamos no dever  de todos institucionalmente em nós prepararmos, equiparmos y sobretudo em seguir criando e gerando consciência pátria, esta é a nossa principal arma", ressaltou.

Mudanças no CEOFANB

O General en Jefe Vladimir Padrino López, anunciou este sábado que o presidente da República, Nicolás Maduro, autorizou novas modificações no Comando Estratégico Operacional de la Fuerza Armada Nacional Bolivariana(CEOFANB), alterações voltadas a organizar de forma definitiva todos os componentes militares.

“Nós estamos em todas as frentes abertas na luta permanente na manutenção da Ordem Interna onde temos empregado uma parte substantiva de nossas Forças Armadas,também somos capazes de realizar nossos exercícios que são constantes, diários, rotineiros e compõem nossas atividades e podemos fazer em qualquer parte de nosso território de forma soberana, em qualquer espaço de nosso território nacional”, finalizou.

No  exercício e nas manobras Campaña Patriota 2015,   participaram as quatro componentes da Fuerza Armada Nacional Bolivariana (FANB) e da Milícia Bolivariana, igualmente contou com os pescadores da zona e “el poder popular”.











Matérias Relacionadas

Tambores de Guerra - Em 24 horas 2 invasões do espaço aéreo Colombiano 14 Setembro 2014 Link

Operação CURARE VI – Crimes Transfronteiriços e Diplomacia Militar 14 Setembro 2015 Link



Tambores de Guerra - Queremos a PAZ, presidente da Guiana Link

Para uma análise estratégica do TOA e a questão Venezuelana acesse a excelente análise do Gen Ex Pinto Silva

Guerra Híbrida - É a guerra de Putin. Seria a guerra do Maduro? Seria a guerra do Evo Morales? Link


Várias edições do Informe Otálvora

Informe Otalvora – Choque Militar Venezuela x Colômbia? 06 Setembro 2015

Informe Otalvora - Castrochavismo declara guerra aos setores populares do Equador 16 Agosto 2015

INFORME OTÁLVORA - Cumbre convertida en feria sin compromisos 12 Abril 2015

Informe Otalvora - Insólita aliança EUA e Cuba ameaça territorio da Venezuela 10 Março 2015