COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Tecnologia

05 de Agosto, 2015 - 09:50 ( Brasília )

Fábrica e Armaria do Exército do Chile inaugura centro de manutenção


English version

Carolina Contreras


A Fábrica e Armaria do Exército do Chile (FAMAE) abriu em 16 de julho seu novo Centro de Manutenção Industrial (CMIF), um complexo de 1.335 metros quadrados na cidade de Antofagasta, no norte do país.

As instalações foram construídas para melhorar a manutenção de toda a frota terrestre da 3ª Brigada Blindada “La Concepción” no norte do país, além de prestar serviços a outros países. O projeto integra um plano estratégico da FAMAE, que inclui outros investimentos destinados a fortalecer o apoio ao Exército e a outros ramos das Forças Armadas do Chile. A FAMAE também trabalha para abrir o seu “portfólio de negócios, com produtos e serviços, a outros potenciais mercados com preços competitivos”, segundo o diretor da FAMAE, General Mauricio Heine.

Resultados positivos

O apoio ao CMIF começou depois que a FAMAE anunciou lucro de US$ 2,6 milhões durante o exercício fiscal de 2014, registrando vendas de US$ 56,1 milhões no período – um aumento de 7,38% em comparação com 2013. Sua divisão de abastecimento, que adquire peças de reposição, matérias-primas e compras diretas, respondeu por 50% da receita total da FAMAE; sua seção de serviços, que mantém as viaturas blindadas, contribuiu com 33% da receita.

O General Heine atribuiu o sucesso da companhia ao foco dos seus funcionários em pesquisa e inovação.

“Conseguimos dar soluções para problemas de tecnologia obsoleta com a reciclagem de materiais e projetos mais eficientes de produtos e serviços”, afirma.

Portfólio de produtos

Entre os projetos que a FAMAE desenvolve para o mercado internacional, está uma nova versão do fuzil SG 542-1 (5.56 mm), que inclui elementos de ergonomia e interface que permitem ao usuário incorporar acessórios e utilizar melhor a arma.

A FAMAE também planeja fabricar munição conforme os padrões internacionais, como as usadas pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Atualmente, mantém relações comerciais com Estados Unidos, Canadá, Israel, Espanha, Alemanha, Uruguai e Equador.

“[Por se tratar de um produto de fabricação nacional], poderemos oferecer suporte durante todo o seu ciclo de vida”, diz o Gen. Heine. “Poderemos incorporar processos de inovação tecnológica, ampliando nossas capacidades e aplicações de acordo com a demanda do mercado. Portanto, seremos capazes de manter o portfólio usando um conceito de famílias de produtos.”

Na mira

Em seus 204 anos de história, a FAMAE – a mais antiga empresa pública militar da América Latina – ficou conhecida por desenvolver inovações tecnológicas para atender às demandas do mercado. Tanto que suas instalações costumam ser visitadas por oficiais das Forças Armadas de toda a região.

“Eles vêm conhecer mais sobre o modelo de negócios usado pela FAMAE para o Exército e outras instituições de defesa”, diz o Gen. Heine.

Na metade de maio, representantes do Exército Nacional Colombiano visitaram as instalações da FAMAE, uma iniciativa que foi possível porque se realizou no marco da 1ª Reunião Bilateral de Chefes de Estado-Maior da Colômbia e do Chile, realizada na capital chilena, Santiago.

Os militares colombianos percorreram os locais de produção de armamentos leves e munição. Também estiveram no centro de manutenção, onde conheceram as capacidades da empresa e seus serviços e soluções nessa área. Além disso, os militares participaram de uma prática de disparos no campo de tiro.

“[A visita da delegação colombiana] nos deixou uma impressão positiva por sermos considerados um ponto de referência na indústria de defesa da América Latina”, disse o Gen. Heine.