COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Aviação

02 de Junho, 2013 - 22:45 ( Brasília )

VENEZUELA - Conviasa recebe 3 EMB190 e Maduro quer mais 14

Em um ato midiático foram recebidos os últimos 3 EMB190 encomendados pela CONVIASA. Maduro quer mais 14 aeronaves.



O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, recebeu neste sábado (1º) no aeroporto que atende a capital Caracas os últimos três dos seis aviões E190 comprados da brasileira Embraer e solicitou uma negociação para a compra de outras 14 aeronaves.

Maduro pediu que o ministro de Transporte Hidroviário e Aéreo, Hebert García, inicie em breve negociações com a Embraer para fortalecer a companhia aérea venezuelana Conviasa, criada em 2005, com um total de 20 aeronaves.

Maduro fez com que a aterrissagem dos E190, adquiridos graças a um empréstimo do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), fosse transmitida em rede nacional obrigatória de rádio e televisão.

Em julho de 2012, com base na entrada da Venezuela no Mercosul, o então presidente Hugo Chávez, falecido em março passado, acertou o pagamento de US$ 270 milhões de dólares pelos E-190, aparelhos com capacidade para até 104 passageiros.

O acordo incluiu ainda 14 opções de compra do mesmo modelo, o que pode elevar a transação para US$ 900 milhões.

Atualmente, a Conviasa opera rotas internacionais para Havana, Bogotá, Port of Spain, Buenos Aires, Dominica, Granada e San Vicente, além de operar, através de uma empresa terceirizada, voos a Madri.

A companhia aérea venezuelana planeja abrir ao menos três novas rotas internacionais, para Manaus, Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) e Panamá.