COBERTURA ESPECIAL - Africa - Defesa

04 de Abril, 2015 - 11:00 ( Brasília )

Brasil e Portugal planejam apoiar ações de segurança marítima na Guiné


Militares brasileiros manifestaram interesse em apoiar ações de segurança marítima no Golfo da Guiné, na costa ocidental da África, junto com Portugal. O assunto foi debatido durante a V Reunião de Cooperação Estratégica de Defesa entre os dois países, realizada em Brasília (DF) no período de 31/03 a 2/4. O evento reuniu civis especialistas em defesa e integrantes das Forças Armadas.

De acordo com o vice-chefe de Assuntos Estratégicos do Ministério da Defesa, almirante José Carlos Mathias, a região é estratégica para ambas nações. “Com esse encontro, ficou clara a posição brasileira e portuguesa acerca do tema”, disse. Futuramente, os dois países devem realizar atividades conjuntas para combater, sobretudo, a pirataria no Golfo da Guiné.

Também foram debatidos temas como a Política Nacional de Defesa, Indústria de Defesa, Saúde Militar e Ensino Superior Militar. O objetivo principal da reunião foi estreitar a parceria já existente luso-brasileira no setor.

Chefe da delegação portuguesa, o diretor-geral de Política de Defesa Nacional, Nuno Pinheiro Torres, destacou os laços históricos que seu Estado mantém com o Brasil. E afirmou que compromissos bilaterais são importantes para aumentar a confiança e o diálogo a nível político. “Em algumas áreas encontramos espaço para desenvolver mais cooperação”, salientou.
 

Sobre isto, o almirante Mathias defendeu maior interação entre as duas nações, afim de continuar expandindo e fortalecendo o intercâmbio mútuo. E completou dizendo que a aproximação deve acontecer “quer no plano bilateral, quer em nível multilateral no âmbito da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa)”.

A próxima Reunião de Cooperação Estratégica de Defesa Brasil-Portugal acontece, em data a ser definida, na nação europeia. Segundo os coordenadores do evento, a expectativa é de serem feitos diálogos anuais.