COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

31 de Julho, 2018 - 11:20 ( Brasília )

Agência da ONU visita abrigos de imigrantes


Rondon 1, abrigo da Força-Tarefa Logística Humanitária, no Estado de Roraima, foi um dos locais escolhidos pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) para ser visitado pelo Chefe da Unidade Boa Vista, Frederick Wilkinson e pelo Gerente Sênior de Operações – Situação Venezuela, Agostino Mulas, ambos do alto escalão do ACNUR.

As autoridades conheceram as instalações, conversaram com representantes do Alto Comissariado e familiarizaram-se com a realidade de algumas famílias que se encontram abrigadas. A comitiva também conheceu a base em que se encontra o Comando da Força-Tarefa, em Boa Vista, e o abrigo Janokoida, para indígenas, em Pacaraima.

Com mais de 4.600 (quatro mil e seiscentos) acolhidos, a Força-Tarefa Logística Humanitária vem atuando no apoio logístico aos imigrantes provenientes da Venezuela, em cooperação com agências nacionais e internacionais e organizações não-governamentais.



A Operação Acolhida tem o objetivo de dar assistência emergencial para acolhimento de imigrantes venezuelanos que se encontram em situação de vulnerabilidade, decorrente de fluxo imigratório provocado pela crise humanitária.

Para o cumprimento da missão, a Força-Tarefa presta apoio logístico de transporte, alimentação, saúde e suporte para o processo de interiorização. Além disso, são realizados trabalhos de triagem, identificação, imunização, construção, recuperação e ampliação de abrigos.

Operação Acolhida recebe visita de autoridades brasileiras que atuam na Venezuela



Autoridades do Brasil que estão atuando na Venezuela visitaram as instalações estabelecidas pela Operação Acolhida na Cidade de Pacaraima (RR), a fim de conhecerem os trabalhos para prover assistência humanitária aos imigrantes oriundos daquele país.

Pacaraima é a cidade brasileira que tem recebido o maior fluxo de imigrantes, sendo o principal ponto de entrada no Brasil. Por essa razão, foram construídos um Posto de Recepção e Identificação e um Posto de Triagem; montou-se um módulo de Hospital de Campanha, que funciona como Posto de Atendimento Avançado; e reformou-se o Abrigo Janakoida, destinado a indígenas. Na oportunidade, os visitantes puderam conhecer o funcionamento dessas infraestruturas e acompanhar os atendimentos.

A Comitiva era composta pelas seguintes personalidades: Encarregado de Negócios da Embaixada Brasileira na Venezuela, José Wilson Moreira; Vice-Cônsul-Geral em Caracas, Jorge Luiz Dias; Adido da Agência Brasileira de Inteligência, Alexandre do Nascimento Cantalice; Adido de Defesa e do Exército, Coronel Luiz Henrique Liberali; e Adido da Polícia Federal em Caracas (VE), Delegado Nivaldo Farias de Almeida.

Segundo o Delegado, “Conhecer as nuances dessa Operação é fundamental para a realização de um bom trabalho e essa visita a Pacaraima é importante, pois uma das funções do Adido é fazer as ligações entre as Agências de Segurança na Venezuela e no Brasil.”

A Operação Acolhida iniciou-se em março de 2018. Atualmente, encontram-se em funcionamento dez abrigos em todo o Estado de Roraima, os quais atendem cerca de 4.600 pessoas. Nesse período, já foram interiorizados 820 estrangeiros, distribuídos nas cidades de Cuiabá, Manaus, Rio de Janeiro e São Paulo.

Fotos: Agência Verde-Oliva / Centro de Comunicação Social do Exército


Outras coberturas especiais


Africa

Africa

Última atualização 13 DEZ, 19:15

MAIS LIDAS

Mão Amiga