COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

26 de Abril, 2018 - 09:25 ( Brasília )

1º Batalhão Ferroviário: 163 anos de história e de conquistas são celebrados junto à comunidade lageana


O 1º Batalhão Ferroviário (1º B Fv), unidade secular da Engenharia do Exército Brasileiro, tem suas origens no Batalhão de Engenheiros 1855, ainda no Império. Desde suas origens até o nosso tempo, já se foram 163 anos de história e de conquistas e, para celebrar a data, significativa para o Exército e para a região de Lages, na Serra Catarinense, nada melhor do que comemorar, estendendo a mão amiga às comunidades mais carentes da cidade que o acolheu.

Nesse contexto, a Unidade realizou, nos dias 17 e 18 de abril, ações cívico-sociais (ACISO) na Creche Municipal Sepé Tiarajú, no bairro Passo Fundo, e na Escola Municipal Nossa Senhora dos Prazeres, no bairro Santa Catarina.

Foram dois dias de intensas atividades, com oficinas de pintura facial, pintura em papel, palestras aos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, oficina de teatro e o ponto alto foi a leitura da revista infantil Recrutinha, despertando a atenção da criançada.

Ocorreu, também, atendimentos médicos e odontológicos, totalizando, nesses dois dias de ACISO, cerca de 680 atendimentos direcionados para as crianças.

 

Um pouco de história

O 1º Batalhão Ferroviário, unidade secular da Engenharia do Exército Brasileiro, tem suas origens no Batalhão de Engenheiros 1855, ainda no Império. Em 24 de abril de 1889, na cidade de Cachoeira do Sul (RS), o Batalhão teve a sua primeira sede, quando recebeu a denominação de 2º Batalhão de Engenharia, e seu primeiro Comandante, o Tenente-Coronel Antônio Alves Pereira Salgado.

Nesses 163 anos de história e conquistas, possui, ainda, um acervo invejável de obras de engenharia que permitiram desenvolver a Região Sul por trilhos e, mais recentemente, lançando-se na construção de rodovias, aeroportos, portos e obras de arte de engenharia (pontes e viadutos).

Em Lages desde março de 1971, sendo essa cidade a que permaneceu como sede por mais tempo, o 1º B Fv sempre participou da “vida” cotidiana da cidade e da Região Serrana Catarinense, por vezes sendo a única mão amiga em situações de catástrofes naturais.

 


Fotos: Cb Michels / EB



Outras coberturas especiais


Russia Docs

Russia Docs

Última atualização 24 MAI, 11:45

MAIS LIDAS

Mão Amiga