COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

17 de Fevereiro, 2016 - 09:25 ( Brasília )

A confiança da população no Exército Brasileiro


Durante as atividades de conscientização da população sobre o mosquito Aedes aegypit, transmissor dos vírus causadores de doenças como dengue, chikungunya e zika, a favorável recepção por parte da população aos militares confirma a confiança dos brasileiros nas Forças Armadas.

Essa recepção ilustra claramente a pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que, em 2015, identificou as Forças Armadas como instituição de maior credibilidade do País. De acordo com a análise, as Forças Armadas possuem o maior índice de confiança dentre as instituições públicas ou privadas do Brasil, com 68% de credibilidade.

A confiança da população no Exército Brasileiro faz com que a atuação dos militares no combate ao mosquito seja efetiva, já que a presença do cidadão fardado na abordagem às residências tranquiliza o morador que, prontamente, sente maior segurança em abrir as portas para receber as equipes de combate ao mosquito.

Substituição da Bandeira Nacional na Praça dos Três Poderes

"Hoje, nós acompanhamos uma das cerimônias de substituição da Bandeira Nacional mais bonitas que eu já vi", declarou o Comandante do Exército, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas.

O toque dos clarins anunciou a presença da mais alta autoridade, o Gen Villas Bôas, que passou em revista à tropa, constituída por militares do "Batalhão Força de Paz Haiti" (BRABAT/24) e pela "Companhia de Engenharia de Força de Paz" (BRAENGCOY/24), oriundos do Comando Militar do Planalto e da 3ª Brigada de Infantaria Motorizada. Dentre os presentes, destacaram-se embaixadores e oficiais adidos.

Uma coroa de flores foi depositada no monumento com um capacete azul, em memória dos militares que doaram suas vidas em favor da paz. O toque de silêncio comoveu a assistência e a tropa em forma.

O Hino Nacional, cantado por todos, acompanhou o hasteamento da Bandeira Nacional pelos 286 metros do mastro. A Bandeira substituída, já gasta pelo tempo, foi arriada ao som do Hino à Bandeira. O coral de alunos do Colégio Militar de Brasília entoou diversas canções, durante o evento.

Organizações militares do Comando Militar do Planalto montaram uma exposição com veículos e com materiais de emprego militar, atraindo a atenção do público presente. Um Centro de Comando e Controle Móvel, caminhão equipado com tecnologia que possibilita o contato remoto, permitiu que o General Villas Bôas conversasse com o Comandante do BRABAT/23 no Haiti.

Uma ação mobilizadora e esclarecedora sobre o combate ao Aedes aegypti também fez parte da atividade: panfletos informativos sobre como acabar com os focos do mosquito foram distribuídos por equipes do Corpo de Bombeiros do DF, da Secretaria de Saúde e da Agência de Fiscalização em uma das barracas.

Uma apresentação teatral esclareceu o público sobre os principais sintomas da dengue, da chikungunya e da zika. As crianças aprenderam, cantaram e se divertiram. Nesse espírito de culto aos Símbolos Nacionais, diversão e aprendizagem, o domingo de compromissos cívicos foi encerrado.